Tratamento das Manifestações

publicado 23/03/2017 10:58, modificado 22/05/2018 18:41

Fale com a Ouvidoria

Acesso

O acesso à Ouvidoria pode ser realizado pessoalmente ou por carta, ligação telefônica,  e-mail, formulário eletrônico disponível no site www.trt3.jus.br ou, ainda, mediante o preenchimento e envio de formulários físicos insertos em caixas coletoras disponibilizadas nas dependências do Tribunal, dos Foros, Varas do Trabalho e Núcleos dos Postos Avançados.

As manifestações e os formulários deverão conter:

I - se pessoa natural: campo para a identificação do manifestante com nome completo, número de identidade e CPF, endereço físico ou eletrônico e número de telefone;

II - se pessoa jurídica: campo para razão social, dados cadastrais, endereço físico ou eletrônico e número de telefone; e

III - campo para especificação dos fatos.

Análise 

A Ouvidoria analisa o teor da manifestação/relato e verifica se há a necessidade de solicitar complementação de dados pelo manifestante, com o objetivo de propiciar o exame do relato. Caso o tema não seja da competência da Ouvidoria, o cidadão será informado sobre o caminho a seguir.

Encaminhamento 

Caso o pedido apresentado não seja de simples solução, e se contiver dados considerados suficientes à sua solução, será encaminhado pela Ouvidoria à unidade competente, solicitando resposta. Ao mesmo tempo, o manifestante é informado deste encaminhamento.

Acompanhamento

A Ouvidoria acompanha o andamento da  manifestação, zelando para que a resposta seja a mais breve possível. Caso a resposta não seja satisfatória, a Ouvidoria dará novo encaminhamento à manifestação, destacando os pontos que devem ser esclarecidos.

Resposta

A resposta final ao manifestante deve ser elaborada pela Ouvidoria no prazo de 20 (vinte) dias, prorrogáveis por até 10 (dez) dias, mediante justificativa expressa, da qual o manifestante será cientificado.

Encerramento

Enviada a resposta ao manifestante, a manifestação será concluída.

Secretaria da Ouvidoria ouvidoria@trt3.jus.br