Encerra-se nesta sexta-feira, em Uberlândia, o Congresso de Direito Material e Processual do Trabalho do Triângulo Mineiro

publicado 26/06/2015 10:03, modificado 26/06/2015 13:03

Encerra-se no final da tarde desta sexta-feira (26), em Uberlândia, o Congresso de Direito Material e Processual do Trabalho do Triângulo Mineiro, instalado na véspera pela 2ª vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, desembargadora Emília Facchini, ouvidora e diretora da Escola Judicial. A conferência de abertura foi proferida pelo desembargador Luiz Ronan Neves Koury, vice-corregedor do TRT-MG, que falou sobre o Impacto do Novo CPC no Processo do Trabalho. Também participam do evento os juízes do Trabalho Mauro César Silva, diretor acadêmico da Escola Judicial; e Tânia Mara Guimarães Pena, diretora do Fórum Trabalhista daquela cidade.

No segundo dia do Congresso, promovido pela Escola Judicial e que acontece no Auditório da Caixa Econômica Federal - Av. Rondon Pacheco, 1691, Bairro Lídice - realizou-se a partir das 9 horas o painel Impactos da Tecnologia no Trabalho, contando com as palestras de Leandro Duarte de Carvalho - médico perito, Mestre em Medicina pela Santa Casa de Belo Horizonte e professor da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais -; e de Airton Marinho - auditor fiscal do Trabalho. O moderador foi o médico do Trabalho do TRT-MG Gustavo Franco Veloso, que coordenou também o debate sobre o tema.

A programação prevê para a tarde do dia de encerramento, a realização a partir das 13:30 horas, do painel Políticas para Erradicação do Trabalho Escravo e Tráfico de Pessoas, tendo como painelistas Carlos Henrique Borlido Haddad, juiz federal e professor da Faculdade de Direito da UFMG; e Eliaquim Queiroz, procurador do Trabalho. Para moderar o painel e o debate em seguida, foi escolhido o juiz titular da Vara do Trabalho de Iturama, Alexandre Chibante Martins.

Participação

Para viabilizar a participação do maior número de interessados, a Escola Judicial solicitou à Presidência o pagamento das diárias e o reembolso de gastos com transporte rodoviário, nos termos da IN 4/2013. A Escola Judicial emitirá certificado aos magistrados e, em relação aos servidores, enviará declaração de participação de cursos à SDP.

Para aprovação no evento, é imprescindível a frequência em 100% da carga horária total do evento e que respondam, até o dia 2 de julho de 2015, à avaliação de aproveitamento, disponível aqui ou na página da Escola Judicial .

Aos participantes externos, será emitido certificado àqueles que obtiverem frequência em 100% da carga horária total do evento e o solicitarem, por e-mail, à Escola Judicial ( escola@trt3.jus.br ).

O evento será realizado no Auditório da Caixa Econômica Federal localizado na Avenida Rondon Pacheco, 1691, Bairro Lídice, Uberlândia/MG. Clique aqui para acessar a programação .

Visualizações: