Mediação será ênfase do trabalho de juíza brasileira na ONU

publicado 27/11/2015 15:15, modificado 27/11/2015 17:15

A juíza Martha Halfeld Furtado de Mendonça Schimidt, titular da 3ª Vara do Trabalho de Juiz de Fora, eleita para o cargo de juíza do Tribunal de Apelação do Sistema de Justiça Interna das Nações Unidas (Unat), revela que a mediação como solução dentro do sistema formal de justiça será a ênfase do trabalho que desenvolverá na ONU. Ela iniciará as atividades em julho de 2016, e, em entrevista à TV TRT-MG, fala sobre o processo seletivo, ressalta a iniciativa da ONU em encorajar a participação feminina e dá detalhes sobre o funcionamento do Tribunal de Apelação.

Visualizações: