Prorrogado prazo para magistrados responderem sobre Política de Priorização do 1º Grau

publicado 18/04/2016 13:06, modificado 18/04/2016 16:06

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) encaminhou aos magistrados de todo país um questionário com o objetivo de reunir subsídios para o acompanhamento e eventual adequação da Política de Atenção Prioritária ao Primeiro Grau de Jurisdição, instituída pela Resolução 194/2014 do CNJ.

O prazo foi prorrogado e os magistrados têm até o dia 24 de abril para responder às perguntas, que serão avaliadas pelo Comitê Gestor da Política Nacional de Atenção Prioritária ao Primeiro Grau do CNJ, presidido pelo conselheiro Bruno Ronchetti. O trabalho será objeto de discussão na 2ª Reunião da Rede de Priorização do Primeiro Grau, programada para maio próximo.

O questionário (clique aqui) com tempo médio de preenchimento de cinco minutos, aborda as reais dificuldades e necessidades vividas pelos juízes, como, por exemplo, a satisfação em relação ao número de servidores na unidade judiciária em que trabalha e a sua avaliação em relação à distribuição do orçamento do tribunal. Caso não esteja cadastrado, o magistrado deve encaminhar um e-mail para dpj@cnj.jus.br informando o número do CPF para fazer o cadastro.

O contato com o Primeiro Grau de jurisdição e o fortalecimento das ações estratégicas voltadas para a solução de problemas e melhoria das condições de trabalho dos juízes integram as diretrizes de gestão da Presidência do CNJ para o biênio 2014/2016 (Portaria 16/2015).

Visualizações: