TRT3 alcançou os maiores números do país na Semana Nacional de Execução Trabalhista

publicado 07/10/2015 05:00, modificado 07/10/2015 08:00
TRT3 alcançou os maiores números do país na Semana Nacional de Execução Trabalhista (imagem 1)
foto: Leonardo Andrade

O TRT3 foi o grande destaque da 5ª Semana Nacional de Execução Trabalhista, mutirão que aconteceu entre os dias 21 e 25 de setembro e que contou com a participação dos 24 TRTs do país. Entre todos os Regionais, o TRT mineiro foi o que mais arrecadou para pagamento de dívidas trabalhistas no período mais de R$ 150 milhões - valor que representa 21% dos R$ 691,3 milhões arrecadados em todo o Brasil.

A maior parte desse montante foi o resultado da homologação de acordos, que arrecadou R$ 107,5 milhões e leilões realizados, com R$ 33,5 milhões. Nesses dois indicadores, o TRT3 ficou com o primeiro lugar geral. Bloqueios de BacenJud, com R$ 9,6 milhões completaram a arrecadação total no estado. O Regional também foi o que melhor número conseguiu em arrecadação de Imposto de Renda e INSS.

Além de liderar os indicadores econômicos da Semana de Execuções, o Regional de Minas Gerais foi o que mais realizou audiências (8.374 das 33.689 realizadas em todo o Brasil) e o que mais pessoas atendeu (30.666 das 100.548 pessoas atendidas em todo o Brasil). Também foi o que mais efetuou acordos e realizou leilões. A presidente do Tribunal, desembargadora Maria Laura Franco Lima de Faria, elogiou o resultado alcançado. "A dedicação e a eficiência dos magistrados e servidores são a marca do TRT3". Para ela, os números "demonstram o acerto da busca pela conciliação como meio de solução das pendências trabalhistas".

Na jurisdição do TRT-MG, a realização da Semana foi coordenada pelo 1º vice-presidente, desembargador José Murilo de Morais, Gestor Regional de Metas do CNJ, e, em Belo Horizonte, com a atuação direta do juiz Danilo Siqueira de Castro Faria, diretor do Foro Trabalhista da capital.

Assista reportagem sobre este assunto na TV TRT-MG.

Realizada com o apoio do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e do Tribunal Superior do Trabalho (TST), a Semana Nacional de Execução Trabalhista tem por objetivo melhorar os índices de execução no país. Para acessar os seus resultados, clique aqui . (Samuel Almeida)

Visualizações: