Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas 2006 a 2008 / TRT-MG admite mais 40 jovens com deficiência auditiva

TRT-MG admite mais 40 jovens com deficiência auditiva

publicado 01/01/2008 15:30, modificado 24/09/2018 13:03

O TRT-MG estendeu o convênio com a Federação Nacional dos Surdos e está admitindo mais 40 jovens com deficiência auditiva para trabalhar como auxiliares de autuação nas varas do trabalho da grande Belo Horizonte e do interior do estado.

O convênio entre o TRT e a Feneis foi firmado em agosto de 2006, quando 40 jovens, de 18 a 24 anos, foram admitidos para atuar nas varas do trabalho da Capital. “Eles mudaram a realidade das secretarias, ao tornarem o trabalho mais humanizado”, revelou o diretor-geral do TRT-MG, Luís Paulo Garcia Faleiro, que assinou documento formalizando a ampliação do convênio, nesta terça-feira, dia 26 de junho. De acordo com Faleiro, é importante a instituição participar do processo de inclusão social dos jovens com deficiência auditiva, mas a maior satisfação está em saber que estes jovens têm preferência em trabalhar no TRT, pela forma como eles foram acolhidos pelos servidores da instituição, conforme revelou o diretor financeiro da Federação, Antônio Campos Abreu, que esteve no TRT nesta terça-feira.

O convênio com a Feneis é uma iniciativa do TRT-MG tomada como modelo por outros Tribunais Regionais do País, que já se interessam em contratar os deficientes auditivos.

De acordo com a diretora administrativa da Feneis, Rosilene Novais, a Federação atende, em todo o País mais de 1.500 jovens, sendo que em Minas Gerais são 550 deficientes contratados. Os 40 jovens que vão trabalhar nas varas da grande BH e do interior deverão iniciar treinamento, junto à Assessoria de Apoio à 1ª Instância, na próxima segunda-feira, dia 02 de julho.

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /