Desembargador do TRT-MG fala à Rádio Justiça sobre número de acidentes do trabalho no país

publicado 31/07/2014 15:23, modificado 31/07/2014 18:23

O desembargador Anemar Pereira Amaral, gestor regional do Programa Trabalho Seguro - PST no Tribunal Regional do Trabalho da 3ª região (MG), do TST/CSJT, em entrevista à Rádio Justiça, do Supremo Tribunal Federal, no final de julho, ao falar sobre medidas de conscientização e prevenção de acidentes de trabalho, citou números alarmantes a propósito do problema no país. Segundo o magistrado, o Brasil ocupa o quarto lugar no ranking mundial de registros de acidentes de trabalho, com 711 mil ocorrências, segundo anuário estatístico da Previdência Social, ou seja, apenas os que são comunicados através da CAT - Comunicação de Acidentes de Trabalho aos órgãos oficiais.

Ainda de acordo com o gestor do PST, nessa estatística não estão relacionados os acidentes de trabalho de várias categorias, como funcionários públicos, empregados domésticos, militares, trabalhadores informais e motoboys, estes considerados como acidentes de trânsito. A maioria dos trabalhadores mortos por ano devido a acidentes do trabalho, informou o desembargador Anemar Amaral, se acha em plena idade produtiva.

Em função desse quadro, o programa intensifica as ações de prevenção de acidentes de trabalho junto à sociedade civil, inclusive com a adoção do tema "segurança no trabalho" na grade curricular em cursos profissionalizantes da rede estadual de Minas Gerais. Esse interesse pelo tema, também por parte da Rádio Justiça e de outros veículos de comunicação, evidencia a projeção que os resultados obtidos em Minas Gerais pela Coordenação Regional do Programa Trabalho Seguro tem alcançado em todo o país. (Solange Kierulff)

Acompanhe a entrevista pela Rádio TRT-MG: Parte 1 e Parte 2

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br