Casas Bahia e Ponto Frio fazem audiências para tentativa de acordo no Cejusc 2-JT

publicado 17/07/2018 18:17, modificado 21/10/2018 10:59

-

Foto: Madson Morais

O Centro Judiciário de Método Consensual de Resolução de Disputas de 2º Grau do TRT-MG (Cejusc 2-JT) deu início, na tarde desta terça-feira (17), ao projeto-piloto de audiências de conciliação em processos envolvendo 100 empregados das Casas Bahia e Ponto Frio, cuja razão social é Via Varejo. Cinco salas foram disponibilizadas para tentativa de acordo, no 11º andar, no prédio da avenida do Contorno, em Belo Horizonte. 

O projeto faz parte do Programa de Administração de Justiça Consensual do Tribunal. Nos dias 23 e 24 de julho estão previstas novas audiências com a Via Varejo, dando continuidade aos trabalhos. O objetivo é reduzir ao máximo o número de processos em que a empresa é parte na Justiça do Trabalho mineira. 

Conforme explicou o juiz do trabalho e coordenador do Cejusc 2-JT, Antônio Gomes de Vasconcelos, todos os servidores da área desenvolveram um trabalho intenso e extraordinário para que o projeto alcançasse bons resultados. A juíza substituta Fernanda Cristine Nunes Teixeira foi convocada para reforçar o time na realização das audiências. 

Queremos conhecer a realidade desses processos trabalhistas e a política dos escritórios dos reclamados e reclamantes para extrair elementos a serem adotados no futuro, visando a difundir a cultura da conciliação”, destacou ele. 

Antônio Gomes estima que os acordos cheguem a 70% do número de processos colocados em pauta. A meta é reduzir em 40% o número total de processos relacionados às Casas Bahia e Ponto Frio no TRT-MG, até dezembro de 2019.

Visualizações: