Cejusc 2 põe fim a processo envolvendo mais de 3 mil trabalhadores da Vale

publicado 13/07/2018 14:53, modificado 21/10/2018 10:59

800_pixels___2018_0711_Audiencia_CEJUSC_MM__62.jpg
Foto: Madson Morais.

Foi homologado, esta semana, no Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas de 2º Grau (Cejusc 2), acordo envolvendo 3.131 empregados da Vale S/A, representados na ação pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Extração do Ferro e Metais Básicos de Belo Horizonte, Itabirito, Nova Lima, Santa Luzia e Sabará – Metabase-BH, que pagará aos seus substituídos o valor de R$ 15,28 milhões referente a ações trabalhistas. Veja a reportagem da TV TRT-MG

Pela decisão, caberá ao sindicato o repasse das quantias devidas aos reclamantes no prazo de 40 dias úteis, contados a partir da data de recebimento do alvará junto à instituição bancária. Tais valores foram calculados observando-se o último valor do salário-base pago ao empregado, independentemente da evolução salarial ocorrida no período de apuração de abril/2011 até outubro de 2017.

Na audiência, conduzida pelo juiz Antônio Gomes de Vasconcelos, coordenador do Cejusc2,  e prestigiada pelo vice-presidente do TRT-MG desembargador Márcio Flávio Salem Vidigal, também estavam presentes, representando o reclamante, o vice-presidente do Sindicato Metabase, Márcio Melo, acompanhado do procurador, advogado Luciano Ricardo de Magalhães Pereira. Pelo reclamado, tiveram assento seus procuradores, os advogados Michel Pires Pimenta Coutinho,  Rafael Grassi Pinto Ferreira e Lilian Maia de Figueiredo Simões. E ainda o procurador do trabalho, Arlélio de Carvalho Lage.

Esta conciliação foi mais uma promovida pelo Cejusc2, que tem como uma de suas propostas um projeto de resolução consensual de demandas repetitivas por empresa ou setor de atividade nesta conciliação citada denominado Projeto Vale, que pratica uma política de acordos cujo desafio é solucionar processos principalmente na fase de recurso de revista.

Pelo Projeto Vale, o Cejusc2 vai promover, no período de 6 e 10 de agosto, uma semana de conciliação que tem 100 processos em pauta.

Visualizações: