Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Notícias 2017 / Setembro / Desembargadores visitam obras do Novo Fórum Trabalhista de BH

Desembargadores visitam obras do Novo Fórum Trabalhista de BH

publicado 20/09/2017 19:33, modificado 21/10/2018 10:54

720x516_2017_0920_ObrasNovoForum_Visita_LA.jpg
Da esquerda para a direita, Cristiano Reis (secretário de Administração), Paulo Haddad (assessor da Presidência), Hudson Guimarães (secretário de Engenharia) e os desembargadores Júlio Bernardo do Carmo (presidente do TRT-MG) e José Murilo de Morais (presidente da Comissão de Gestão Predial) - Foto: Leonardo Andrade

Os desembargadores Júlio Bernardo do Carmo e José Murilo de Morais - respectivamente, presidente do TRT-MG e presidente da Comissão de Gestão Predial do Tribunal - estiveram, na tarde desta quarta-feira (20), no canteiro de obras do Novo Fórum Trabalhista de Belo Horizonte, em construção na antiga sede da Escola de Engenharia da UFMG, no centro da capital. Servidores envolvidos com o projeto e engenheiros da empresa responsável  acompanharam a visita.

Os desembargadores percorreram a obra onde será a futura sede da Escola Judicial (EJ) do Tribunal e do estacionamento para magistrados e servidores. De acordo com o desembargador José Murilo de Morais, o estacionamento e a sede da EJ deverão estar prontos em um ano. Já a construção das varas do trabalho começa ainda em 2017 e tem previsão para durar três anos.

O presidente do TRT-MG, desembargador Júlio Bernardo do Carmo, avaliou o andamento das obras. "Estou impressionado com a evolução da construção desde a última vez em que estive aqui, em abril deste ano. Já dá para ver que será uma edificação de grande envergadura", ressaltou. Ele também disse estar bastante satisfeito com o cronograma da Construtora Conata, que foi a vencedora da licitação para a construção do Novo Fórum Trabalhista de Belo Horizonte. "Eles estão sempre à frente dos prazos estipulados", afirmou o desembargador.

Ao passarem pela futura sede da Escola Judicial, os engenheiros que acompanharam a visita explicaram um pouco sobre a dificuldade daquela obra. No local, há armações metálicas da década de 1920, tombadas pelo patrimônio histórico, que precisam ser preservadas. Além disso, toda a fachada também é tombada e não deve ser modificada. Assim, toda a obra tem que ser feita com muita cautela.

720x480b_2017_0920_ObrasNovoForum_Visita_LA.jpg
Vista da fachada e da estrutura metálica tombadas pelo patrimônio histórico no local onde será a futura sede da Escola Judicial - Foto: Leonardo Andrade

Estiveram presentes o diretor de Administração, Cristiano Barros Reis, o secretário de Engenharia, Hudson Luiz Guimarães, a secretária de Controle Interno, Ana Rita Gonçalves Lara, e o assessor da Presidência Paulo Haddad.

Histórico

As obras começaram em outubro de 2016. As novas instalações têm capacidade para abrigar 70 varas, 22 a mais que as 48 hoje existentes, instaladas nos prédios alugados da Av. Augusto de Lima, 1234 e da Rua Mato Grosso, 468, no Barro Preto. Além das varas, o Novo Fórum Trabalhista de Belo Horizonte vai abrigar a Escola Judicial, salas de treinamento, auditório para solenidades, serviços de apoio, agências bancárias, estacionamento e bicicletário.

O Fórum está sendo construído no antigo complexo da Escola de Engenharia da UFMG, composto de quase dois quarteirões situados entre as ruas Espírito Santo e Bahia, no entorno da Praça da Estação.

GALERIA DE FOTOS

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /