Universitários de Direito participam de atividades educativas no TRT-MG

publicado 30/08/2018 17:16, modificado 21/10/2018 11:00

-

“É uma experiência muito rica. Eu, por exemplo, só tive a oportunidade de conhecer o funcionamento de uma audiência quando fiz estágio. Além disso, é uma forma de divulgar como atua a Justiça do Trabalho, que é muito célere”, defendeu a juíza da 42º VT de BH, Gisele de Cássia Vieira Dias Macedo, que presidiu duas das três simulações de audiência do programa Justiça e Cidadania, entre 21 e 30 de agosto.

Os 73 alunos do 5º ao 10° período das turmas de Direito da Fumec e do Centro Universitário Estácio de Sá, acompanhados pelas professoras Andréa de Campos Vasconcellos e Regiane Priscilla Monteiro Gonçalves, respectivamente, participaram do Laboratório de Atividades Judiciais, na rua Curitiba, e do Programa Justiça e Cidadania, no edifício-sede do Tribunal.

Nesse último, os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer a exposição de longa duração “Trabalho e Cidadania” e de assistirem a três audiências simuladas. A primeira foi presidida pela juíza Gisele de Cássia Vieira Dias Macedo, nos dias 21 e 29, e a segunda, pela juíza da 13º VT de BH, Olívia Figueiredo Pinto Coelho, no dia 30.

Habituada a trazer seus alunos para participarem das atividades educativas, a professora Andréa de Campos Vasconcellos acredita que a iniciativa do Tribunal é relevante para os alunos e a sociedade. “É muito importante que o Centro de Memória abra as portas para a sociedade conhecer, de forma bastante pedagógica, a história da construção do trabalho no Brasil. Por isso que eu gosto de trazer os alunos, para contextualizar aquilo que é estudado no Direito com o que efetivamente acontece na prática”, concluiu.

 Confira abaixo as galerias:

Fumec - 21/08.

Centro Universitário Estácio de Sá - 29/08.

Fumec - 30/08.

 

 

 

 

Visualizações: