Cléber José de Freitas é empossado desembargador do TRT-MG

publicado 31/07/2020 17:10, modificado 03/08/2020 16:32

Em solenidade sem a presença de convidados em virtude dos protocolos de prevenção à disseminação da Covid-19, tomou posse na tarde desta sexta-feira (31), no cargo de desembargador do TRT-MG, o juiz Cléber José de Freitas, até então titular da 3ª Vara do Trabalho de Sete Lagoas. A posse foi transmitida ao vivo pelo perfil oficial do Tribunal no Instagram.

Assista ao vídeo com a cobertura da posse pela TV TRT-MG. Inscreva-se em nosso canal no Youtube para receber notificações dos conteúdos mais recentes e fique por dentro de tudo que acontece na Justiça do Trabalho mineira.   

O presidente da instituição, desembargador José Murilo de Morais, conduziu a cerimônia, assessorado pela secretária-geral da Presidência, Ludmila Pinto da Silva, que leu o termo de posse, e por servidores do setor de Cerimonial e da Secretaria de Comunicação Social.

WhatsApp_Image_2020_07_31_at_17.38.25.jpeg

Desembargador Cléber José de Freitas assina termo de posse - foto: Secom

Após a assinatura do termo de posse, Cléber José de Freitas fez seu primeiro discurso como desembargador. Ele saudou familiares, amigos e colegas de trabalho e disse compartilhar com eles, mesmo a distância, a alegria desse momento. “A minha insustentável e incontida alegria de chegar a esta parte do trajeto esbarra nas agruras e apreensões geradas por um perigo espetacular que nos espreita a cada minuto. Chegamos a um estágio perigoso e delicado para a existência dos seres humanos, por força de uma ameaça viral pandêmica que nos afasta fisicamente daqueles que amamos, distanciamento esse que, de fato, é necessário, exatamente porque os amamos”, afirmou.

Entretanto, o magistrado lembrou que distanciamento e isolamento sociais não significam distanciamento e isolamento afetivos. “Tanto isso é verdade que sinto aqui, agora mesmo, correntes de energia positiva e amorosa direcionadas a mim”, completou.

Agradecimento aos servidores

Cléber Freitas disse que, até esse momento, tem muito a agradecer e praticamente nada a pedir. Ele, que ingressou no serviço público em 1982 no cargo de agente de segurança judiciária do TRT-MG e, em 1991, tomou posse como juiz substituto, fez um agradecimento especial aos servidores públicos. “Preciso aproveitar o momento para dar testemunho da bênção que é trabalhar com servidores públicos do elevado nível de qualidade e comprometimento com os quais venho trabalhando durante toda minha carreira”.

Emocionado, ele continuou a elogiar o quadro de servidores da Justiça do Trabalho em Minas Gerais. “No evoluir da carreira, percebi que um juiz, quando é elogiado por sua eficiência na gestão de uma vara do trabalho, quando é tido como singularmente produtivo e ágil, quando se distingue entre os colegas magistrados de igual preparo e capacidade, é porque ele foi ungido com uma equipe de pessoas de alta performance profissional e de iluminado engajamento social”.

O novo desembargador disse considerar que os servidores da Justiça do Trabalho mineira nunca foram justa e suficientemente elogiados. “A esses trabalhadores, portanto, meu muito obrigado, minha admiração e meu sincero reconhecimento. Vocês são o orgulho do ideal de um ramo do Poder Judiciário que está comprometido com a preservação dos direitos sociais de nosso povo”, concluiu.

Ao finalizar a cerimônia, o presidente do TRT-MG, desembargador José Murilo de Morais, ratificou a homenagem do empossado aos servidores do Tribunal. “Faço minhas as suas palavras sobre os servidores desta casa, ainda mais agora que estou exercendo a presidência e tenho um conhecimento maior sobre a importância do trabalho dos vários setores da instituição”.

Homenagem

Durante a posse, o novo desembargador foi homenageado com a Ordem do Mérito Judiciário Desembargador Ari Rocha, recebendo a medalha no grau Grã-Cruz.

Galeria de fotos

 

Banner_trabalho_seguro.jpeg

Visualizações: