Conciliação no Cejusc de 1º grau paga o maior valor da Semana da Conciliação

publicado 30/05/2019 16:41, modificado 30/05/2019 18:28

800px_2019_0530_5aSemanaConciliacao_BB_Sejusc1_LA.jpg

Fotos: Leonardo Andrade

Em ambiente de conciliação, 82 bancários, incluindo aposentados e ativos do Banco do Brasil, representados pelo Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de BH e Região, chegaram hoje (30) a um acordo no Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Disputas de 1º grau (Cejusc 1), que alcançou mais de R$ 1,6 milhão. Até agora, esse foi o maior valor homologado nesta 5ª Semana Nacional de Conciliação Trabalhista em Belo Horizonte.

Para a juíza Flávia Rossi, supervisora do Cejusc 1, esse acordo vem sendo construído entre as partes desde o início deste ano, exatamente desde fevereiro, após sucessivas reuniões prévias, sempre mediadas pela Justiça do Trabalho.

Tais reuniões, segundo a juíza, são necessárias para que sejam traçados parâmetros de convencimento para as partes chegarem a uma solução efetiva, mais célere e menos onerosa, uma das justificativas para a existência dos Cejuscs.

Esse processo inclui ainda um acordo já realizado com outros 45 bancários. Uma nova audiência para tentativa de conciliação com mais outro grupo está marcada para o próximo dia 17 de junho.

Galeria de fotos da 5ª Semana Nacional da Conciliação Trabalhista

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br