Audiência pública debate trabalho escravo

publicado 26/08/2016 09:27, modificado 26/08/2016 12:27
Audiência pública debate trabalho escravo (imagem 1)

Será realizada no próximo dia 2 de setembro, às 14 horas, no Auditório Maximun Alberto Deodato da Faculdade de Direito da UFMG, a audiência pública "Direito dos Trabalhadores com foco na Previdência Social, Trabalho Escravo, Negociado acima do Legislado, PLP 257/2016 e Democracia". A iniciativa do evento é da Clínica de Trabalho Escravo e Tráfico de Pessoas da FDUFMG, coordenada pelos professores Lívia Mendes Moreira Miraglia e Carlos Henrique Borlido Haddad.

A audiência terá a participação de profissionais e representantes da sociedade civil que, de alguma forma, atuam com os temas mencionados. Seu público-alvo é a comunidade acadêmica, civil e profissionais que tenham interesse no assunto. Para os organizadores, a audiência busca propiciar reflexão acerca das questões teóricas e práticas relacionadas ao trabalho escravo, à previdência social e aos direitos dos trabalhadores. O projeto visa, ainda, estabelecer em Minas Gerais frente contra o PL 432/13 e o PLP 257/2016 e promover análise crítica sobre os desafios, dificuldades e tendências relacionadas às proposições legislativas atuais.

Participam do evento, como palestrantes, o senador Paulo Paim, o deputado estadual Padre João, a procuradora-chefe do MPT/MG, Adriana de Moura Souza, o desembargador José Eduardo Resende Chaves Júnior (TRT 3), o secretário de Direitos Humanos do Estado de Minas Gerais, Nilmário Miranda, o auditor fiscal do trabalho Marcelo Campos, o juiz federal Carlos Henrique Borlido, a diretora jurídica da MRV, Maria Fernanda Menin, e representantes da Fiemg.

Inscrições: www.clinicatrabalhoescravo.com .

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br