Jornal Nacional relata impactos dos cortes orçamentários na JT

publicado 31/08/2016 15:22, modificado 31/08/2016 18:22

O Jornal Nacional, principal telejornal da Rede Globo de Televisão, noticiou na última segunda-feira (30) a situação enfrentada pela Justiça do Trabalho após os cortes orçamentários e os impactos desta situação para a população que busca seus direitos nas cortes trabalhistas.

Com um orçamento inferior ao necessário, os Tribunais Regionais do Trabalho de todo o país tiveram que adotar medidas, como redução no contrato de pessoal e no horário de funcionamento para economizar em despesas básicas.

Na reportagem, a repórter Patrícia Falcoski, mostra que os efeitos da crise começam a refletir na sociedade. Com o desemprego em alta, as varas do Trabalho de todo país receberam mais de 1,4 milhão de processos de janeiro a junho de 2016 - um aumento de 8% se comparado com o mesmo período do ano anterior.

E, com menos recursos, a Justiça do Trabalho tem funcionado com mais dificuldade para pacificar as relações entre empresas e trabalhadores.

"Você tem uma demanda maior e tem um tempo de trabalho menor. O que fez com que muitas das ações trabalhistas que você marcava audiência para daqui a seis meses, só pudesse marcar para daqui a um ano e meio. Então impacta diretamente o trabalhador que vem pedir os seus direitos nas portas da Justiça", afirmou o presidente do CSJT e do TST, Ives Gandra Filho, ao longo da entrevista.

Confira a matéria do JN. (Fonte: Site do CSJT)

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br