Leis&Letras lança livro em homenagem a Aroldo Plinio

publicado 27/10/2015 17:21, modificado 27/10/2015 19:21
Leis&Letras lança livro em homenagem a Aroldo Plinio (imagem 1)
Os coordenadores da obra, desembargador Luiz Otávio Linhares Renault, Isabela Márcia de Alcântara Fabiano e Fernanda Carolina Fattini, o professor Aroldo Plínio Gonçalves, Raquel Betty de Castro Pimenta, também coordenadora do livro, a desembargadora Maria Laura Franco Lima de Faria e o desembargador Márcio Túlio Viana, outro coordenador

Magistrados de ontem e de hoje, de acordo com o texto lido por quem conduziu o evento, professores, estudiosos e acadêmicos de Direito, e um grande número de servidores da Justiça do Trabalho prestigiaram no fim da tarde desta terça-feira, o lançamento do livro O que há de novo em Processo do Trabalho pelo Projeto Leis&Letras da Escola Judicial do TRT da 3ª Região.

A obra, que sucede outra de título idêntico, lançada pela mesma editora LTr há três anos, comenta de forma sintética, as mais recentes inovações processuais, não apenas no plano da Lei, mas nos campos da jurisprudência e da doutrina, em 119 artigos de 111 autores, um ministro, vários desembargadores e diversos juízes, professores, advogados, mestres e doutores, e muitos outros pós-graduados em Direito ou Processo do Trabalho.

Leis&Letras lança livro em homenagem a Aroldo Plinio (imagem 2)

Destaque para o fato do livro ser dedicado a Aroldo Plínio Gonçalves, grande jurista, homenageado além disto, segundo seus coordenadores, por ser o homem, a pessoa que é, com o seu coração e o seu espírito. Segundo eles, o professor Aroldo Plínio, presente ao evento, tem sido uma pessoa incomum. E não apenas pelo brilho de sua inteligência, que o levou a conquistar os maiores prêmios acadêmicos, mas, também, pela sensibilidade aguda, pelo amor aos estudos, pela dedicação ao trabalho, pelo fino senso de humor e, sobretudo, pela sabedoria diante da vida, que lhe deu a capacidade de enxergar o que as pessoas comuns nem sempre conseguem ver.

Dentre os presentes, os desembargadores Maria Laura Franco Lima de Faria, presidente do TRT; José Murilo De Morais, 1º vice-presidente; Emília Facchini, 2ª vice-presidente e diretora da Escola Judicial, Luiz Ronan Neves Koury, vice-corregedor, juiz Mauro César Silva, coordenador acadêmico da Escola Judicial, além do titular da 1ª VT de Sete Lagoas, juiz Paulo Eduardo Queiroz Goncalves, filho do homenageado. (fotos: Augusto Ferreira)

Visualizações: