Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas - 2015 a 2016 / Magistrados e servidores do TRT-MG escolhem o mapa da estratégia entre 2015 e 2020

Magistrados e servidores do TRT-MG escolhem o mapa da estratégia entre 2015 e 2020

publicado 20/01/2015 12:26, modificado 20/01/2015 14:26
Divulgado relatório de desempenho da estratégia do TRT3 em 2012 (imagem 1)

Para fechar com chave de ouro todo o processo de construção do novo Plano Estratégico do TRT-MG, para o período 2015-2020, magistrados e servidores do Tribunal participam de uma votação entre duas opções gráficas do Mapa Estratégico que retratam os objetivos estratégicos eleitos pelo Tribunal, distribuídos em 3 perspectivas: Pessoas e Recursos, Processos Internos e Sociedade.

O novo Plano Estratégico do TRT-MG está praticamente pronto. Para entrar em vigor, deverá ser aprovado pelo Tribunal Pleno, o que deve acontecer em breve. No processo de elaboração do Plano, todas as unidades tiveram a oportunidade de participar. A intenção foi justamente criar uma estratégia participativa, que envolvesse todo o Tribunal.

O mapa

O Mapa Estratégico descreve visualmente a estratégia da instituição por meio de objetivos estratégicos, que são os desafios escolhidos pela organização para serem desenvolvidos.

As três perspectivas desses objetivos mostram a perspectiva de base - Pessoas e Recursos - que evidencia o que a instituição precisa ter para realizar a sua missão e atingir a visão de futuro, sempre observando os valores da organização; a perspectiva Processos Internos, que mostra o que a instituição precisa fazer para cumprir a missão e alcançar a sua visão de futuro; e a perspectiva Sociedade, que revela o que o TRT-MG precisa alcançar para responder a contento às demandas da sociedade

Além das três perspectivas dos objetivos estratégicos, o Mapa Estratégico destaca a Missão, a Visão de Futuro e os Valores de Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais, e mostra também a relação de dependência estabelecida entre as três perspectivas.

Magistrados e servidores devem votar pela Intranet.

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /