Pleno homenageia desembargador Heriberto por aposentadoria

publicado 12/11/2015 16:46, modificado 12/11/2015 18:46
Pleno homenageia desembargador Heriberto por aposentadoria (imagem 1)
Foto: Leonardo Andrade

Na sua última participação em Sessão do Tribunal Pleno do TRT-MG antes de se aposentar, nesta quinta-feira (12), o desembargador Heriberto de Castro foi homenageado pelos presentes. Após proposta feita pela presidente, desembargadora Maria Laura Franco Lima de Faria, a leitura da homenagem, em nome da Corte, ficou a cargo do desembargador decano, Márcio Ribeiro do Valle.

Ao proferir suas palavras, o decano se lembrou de ter sido colega de faculdade do desembargador homenageado, nos anos 60, na Universidade Federal de Juiz de Fora. Fez um relato da trajetória de Heriberto de Castro, citando a sua posse como juiz substituto da Justiça do Trabalho, em 1986, e como desembargador, em 2001. Márcio Ribeiro do Valle qualificou o colega que está se aposentando como obstinado e homem de fé, alguém que "sempre acreditou no seu sonho e jamais se dobrou diante das adversidades". Ele também se referiu ao homenageado como "afável, amigo leal, juiz correto e justo, na verdade, um grande exemplo". Ao final de sua fala, lhe desejou felicidade, e "que a vida lhe sorria e lhe mostre os caminhos do bom e justo viver".

Ao agradecer as palavras do magistrado que proferiu a homenagem, o desembargador Heriberto de Castro falou da honra de ter participado deste Tribunal, que qualificou como um dos melhores do país. "Em 29 anos de magistratura, procurei manter o equilíbrio entre o capital e o trabalho", disse ele.

A Sessão do Pleno, logo no início, aprovou uma nota de pesar pelo falecimento da trabalhadora Vera Lúcia da Silva, conhecida como "Verinha", no dia 8 de novembro passado. Ela prestava serviço no Tribunal, tendo atuado durante muitos anos como ascensorista (com vínculo via empresa contratada). Na data do seu falecimento, trabalhava na recepção da Secretaria de PJe, e-Gestão e Tabelas Unificadas. Vera Lúcia foi homenageada pelo TRT-MG em 2012, com a Órdem do Mérito Judiciário do Trabalho, no grau Insignia.

Entre as várias matérias judiciais e administrativas tratadas na Sessão, o Tribunal Pleno aprovou o aumento do prazo para desembargadores devolverem à secretaria das Turmas os processos em que atuam como relatores e revisores.

A apreciação da proposta de novo Provimento Geral Consolidado foi adiada para a próxima Sessão.

Após o término do Tribunal Pleno, foi realizada a Sessão do Órgão Especial. Ao fim dessa instância, a presidente do Tribunal, desembargadora Maria Laura Franco Lima de Faria, aproveitou para anunciar que deixará a presidência se sentindo gratificada pela relação estabelecida com servidores, dos quais sempre obteve apoio e colaboração. (David Landau)

Visualizações: