Termina neste domingo (31) prazo para magistrados e servidores avaliarem metas nacionais do CNJ e da JT

publicado 28/07/2016 08:21, modificado 28/07/2016 11:21

Servidores e magistrados têm até domingo (31) para participar do aprimoramento das metas nacionais do CNJ para 2017. A pesquisa (responda aqui ), promovida pelo TRT-MG, traz a descrição de cada meta seguida da indagação se ela é exequível (opções sim - não), além de campo para sugestão.

São 9 metas sob avaliação, duas das quais específicas da Justiça do Trabalho. Uma delas (Meta 8) trata do tempo médio de duração do processo na 2ª Instância; a outra (Meta 9) diz respeito ao tempo de duração do processo em 1ª Instância ¿ fase de conhecimento.

O TRT-MG quer saber também, nos itens 10 e 11 da pesquisa, se os cortes orçamentários impostos à Justiça do Trabalho para 2016 terão impacto no cumprimento das metas de 2017. Indaga ainda se a impossibilidade de nomeação de novos servidores e magistrados, em decorrência desses cortes, interferirá ou não no cumprimento das metas.

O objetivo de tal iniciativa é promover o alinhamento das metas do Plano Estratégico da Justiça do Trabalho e das metas nacionais. Após a pesquisa, será consolidada a proposta de revisão do Planejamento Estratégico pelos subcomitês e pelo Comitê Gestor da Estratégia da Justiça do Trabalho. Após compilação das respostas, a proposta final seguirá para o CSJT, que reunirá o material de toda a Justiça do Trabalho e o encaminhará ao CNJ.

O processo participativo na construção das Metas Nacionais foi instituído pela Resolução 221/2016 do CNJ. Aproveite essa oportunidade de participação! Responda à pesquisa e ajude a aperfeiçoar a avaliação de resultados da JT. A hora de participar é agora!

Visualizações: