Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas - 2015 a 2016 / TRT e Polícia Militar firmam parceria para aumentar segurança em varas do trabalho do interior

TRT e Polícia Militar firmam parceria para aumentar segurança em varas do trabalho do interior

publicado 14/03/2016 16:04, modificado 14/03/2016 19:04
TRT e Polícia Militar firmam parceria para aumentar segurança em varas do trabalho do interior (imagem 1)
Foto: Madson Morais

O presidente do TRT3, desembargador Júlio Bernardo do Carmo, reuniu-se com o comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), coronel Marco Antônio Badaró Bianchini, na tarde desta segunda-feira (14). O encontro, que ocorreu na sede da PMMG, na Cidade Administrativa, tratou de termo de cooperação técnica entre as duas instituições para aumentar a segurança em algumas varas do trabalho no interior do estado.

Durante a visita ao Comando Geral da PMMG em busca de apoio da corporação, o presidente do TRT3 estava acompanhado do assessor Paulo Haddad, do secretário de Segurança, Álvaro César Teodoro de Paula, e do presidente da Amatra3, juiz Glauco Rodrigues Becho.

Na reunião, ficou definido que o Tribunal enviará ofício à Polícia Militar solicitando o reforço na segurança de 28 foros e varas do trabalho específicos localizados em cidades do interior do estado. De acordo com o coronel, a PMMG reforçará a vigilância nesses locais, principalmente nos horários em que ocorrem as audiências. Também ficou acertado que os diretores dessas unidades terão um número de telefone para estabelecer contato direto com os comandantes de batalhões da PM desses municípios, em caso de risco para a segurança de magistrados, servidores e usuário da Justiça do Trabalho. Essas medidas estarão valendo até dezembro deste ano.

Com o reforço do policiamento pela PMMG, permanecem guarnecidos alguns prédios localizados em lugares ermos ou que apresentam alto índice de criminalidade, suplementando o trabalho de trabalhadores terceirizados da área de Segurança, após os cortes do custeio do Tribunal, feito pela Lei Orçamentária Anual de 2016.

O presidente do TRT3 classificou como muito proveitosa a reunião. "Estamos bastante satisfeitos com a atenção dada a nós pelo coronel Bianchini. Com a ajuda da PM, poderemos dar mais segurança a essas unidades, aos juízes e a todos que recorrem à Justiça do Trabalho", disse.

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /