Turma do TRT-MG é composta só por mulheres pela 1ª vez em 60 anos

publicado 24/06/2016 09:29, modificado 24/06/2016 12:29
Turma do TRT-MG é composta só por mulheres pela 1ª vez em 60 anos (imagem 1)

A presença das mulheres na Justiça do Trabalho é cada vez mais marcante. Prova disso é que no período de 1º de maio a 30 de junho deste ano, a 4ª Turma do TRT-MG, que está sob a presidência da desembargadora Maria Lúcia Cardoso de Magalhães, tem composição exclusiva de mulheres. A desembargadora destaca que, pela primeira vez, em 60 anos, uma Turma no TRT mineiro é composta exclusivamente por mulheres.

Segundo a desembargadora Maria Lúcia, a 4ª Turma foi muito elogiada por diversos advogados face à seriedade, dedicação e competência com que os trabalhos vêm sendo desenvolvidos nesse período, com uma composição pioneira feminina neste Regional.

Compõem a 4ª Turma as desembargadoras Denise Alves Horta e Paula de Oliveira Cantelli e duas juízas convocadas, Maria Cristina Diniz Caixeta e Martha Halfeld Furtado de Mendonça Schmidt. Além disso, há também a presença feminina do Ministério Público do Trabalho por meio da procuradora Maria Christina Dutra Fernandez e a colaboração de duas secretárias.

Em 1946, o TRT da 3ª Região era composto apenas de um presidente e de quatro vogais funcionando como Tribunal Pleno. Atualmente o Tribunal é composto de dez turmas em Belo Horizonte e uma Turma Recursal em Juiz de Fora. As Turmas são compostas por quatro desembargadores (as).

(Almir Casagrande | Foto: Augusto Ferreira)

Visualizações: