Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas 2006 a 2008 / Magistrados mineiros integram instituto de pesquisas da justiça e ministério público do Trabalho

Magistrados mineiros integram instituto de pesquisas da justiça e ministério público do Trabalho

publicado 01/01/2008 13:42, modificado 20/09/2018 15:31

O Instituto de Pesquisas e Estudos Avançados da Magistratura e Ministério Público do Trabalho – IPEATRA, fundado no início de dezembro, tem como presidente o Procurador do Trabalho Marcelo D'Ambroso, de Santa Catarina, e o juiz José Eduardo de Resende Chaves Junior, da 3ª Região, como vice-presidente e como sócios fundadores os desembargadores Antônio Álvares da Silva, Luiz Otávio Linhares Renault e Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello, além da juíza Adriana Goulart de Sena, titular da 35ª Vara de Belo Horizonte, Graça Maria Borges de Freitas, titular da Vara de Formiga, e os juízes substitutos Alexandre Chibante Martins, Bruno Alves Rodrigues e Marco Aurélio Marsiglia Treviso. A entidade tem por objetivo institucionalizar um espaço de diálogo e pesquisas sobre a Justiça e o Ministério Público do Trabalho.

A fundação do IPEATRA, que contou com a participação dos magistrados mineiros, ocorreu durante o I Congresso Sul-brasileiro de Juízes e Procuradores do Trabalho, evento realizado, entre os dia 28/11 e 1/12 de 2007, em Florianópolis, Santa Catarina, por iniciativa da Escola Superior do Ministério Público do Trabalho e com apoio da Associação dos Magistrados do Trabalho de Santa Catarina - Amatra 12 e Associação Nacional do Ministério Público do Trabalho – ANPT. Na ocasião, o desembargardor Antônio Álvares da Silva, do TRT-MG, proferiu conferência de abertura do Congresso, sobre a competência penal da Justiça do Trabalho.

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /