Rede corporativa de longa distância da JT proporcionará economia para regionais

publicado 27/03/2008 13:28, modificado 27/03/2008 16:28

O TRT-MG está migrando seus sítios para o sistema de gerenciamento de redes da Embratel, contratado pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho para o desenvolvimento da Rede Corporativa de Longa Distância da JT. A nova rede oferecerá significativa redução de custos das comunicações nos Regionais, pois possibilita a transmissão de voz e imagens digitais através da rede própria. Muitos regionais que hoje mantêm contrato com a Embratel migrarão para o novo sistema, suspendendo o atual contrato.

No TRT-MG, várias localidades (70% dos sítios) já foram interligadas ao novo sistema, que oferecerá uso de telefonia entre as unidades do Tribunal na capital e no interior, com significativa economia. Correio eletrônico, ligações telefônicas e envio de matérias para o diário oficial serão cobrados por tarifa única e local, independentemente do número de transmissões ou de serem ou não interurbanas.

A rede, uma das metas do Conselho Superior da Justiça do Trabalho para a área de informatização de todo o Judiciário Trabalhista, deve estar concluída em meados de abril. Conforme informações do TST, mais de 90% dos 24 Tribunais Regionais do Trabalho já estão interligados a suas respectivas varas e outras unidades administrativas remotas através da nova rede, por onde trafegam dados e voz. “Além de integrar todos os sistemas informatizados da Justiça do Trabalho, como o e-Doc, a Carta Precatória Eletrônica e o Sistema Único de Administração de Processos (SUAP), a rede permite também a realização de videoconferências, o que reduzirá significativamente a necessidade de deslocamento de magistrados e servidores para reuniões de trabalho e a concessão de diárias”. A afirmação é do presidente do TST e do CSJT, ministro Rider Nogueira de Brito, ao abrir reunião de presidentes e corregedores de tribunais do Trabalho, em Brasília, nessa quarta-feira, 27.

Um grupo de 50 técnicos da área de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior do Trabalho e dos Tribunais Regionais do Trabalho da 2ª (SP), 10ª (DF), 18ª (GO), 19ª (AL), 20ª (SE), 21ª (RN), 23ª (MT) e 24ª (MS) Regiões participaram, em março, de treinamento para conhecer o sistema de gerenciamento de redes da Embratel. O treinamento, por meio de videoconferência, foi realizado nas dependências da empresa nas respectivas capitais, e faz parte do contrato celebrado entre o Conselho Superior da Justiça do Trabalho e a Embratel para o desenvolvimento da Rede Corporativa de Longa Distância da Justiça do Trabalho.

(Fonte: Assessoria de Comunicação Social do TST)

Visualizações: