Rodoviários e empresas de carga não fazem acordo no TRT

publicado 12/07/2006 07:29, modificado 12/07/2006 10:29

Terminou sem acordo a primeira audiência de conciliação e instrução, realizada no TRT de Minas Gerais nessa terça-feira, 11 de julho, entre o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte e Região e o Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas do Estado de Minas Gerais.

Em face do impasse e da impossibilidade de conciliação, com relação às propostas de cada uma das partes, a juíza instrutora, Maria Laura Franco Lima de Faria, lançou a seguinte proposta oficial: manutenção de todas as cláusulas da Convenção Coletiva anterior, com um índice de reajuste de 5%, a ser aplicado em todas as cláusulas econômicas (os pisos e ajuda alimentação).

Após serem consultadas sobre a proposta , as partes informaram a necessidade de submetê-la às respectivas categorias. Diante disso, a juíza instrutora designou audiência em continuidade para o dia 25 de julho de 2006, às 15h.

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br