TRT-MG participa de encontro promovido pelo CNJ

publicado 09/10/2008 14:52, modificado 09/10/2008 17:52

O desembargador Paulo Roberto Sifuentes, presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, participou, nesta quinta-feira, do IV Encontro Regional do Judiciário , promovido pelo Conselho Nacional de Justiça.

A reunião, sediada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais, foi aberta por seu presidente, desembargador Sérgio Resende, e presidida conselheiro, Felipe Locke Cavalcanti, do CNJ.

O evento teve por objetivos ouvir os tribunais sobre questões referentes a projetos de planejamento e gestão; conhecer suas propostas e interesses locais, com o objetivo de divulgar as ações empreendidas que impliquem melhoria do Judiciário e da prestação jurisdicional; dialogar com os tribunais sobre as metas nacionais em desenvolvimento e criar uma rede de metas comuns nacionais e locais.

Felipe Locke afirmou, no início dos trabalhos, que o papel do CNJ é promover a integração entre os tribunais, mas que é necessário um esforço generalizado a partir de parcerias. “Sabemos que o CNJ só conseguirá atingir as metas de planejamento e gestão se ouvir os tribunais de todo país. Queremos que estas metas sejam participativas e as ações conhecidas, mas não é possível fazer nada sem o comprometimento de todos”, ressaltou o conselheiro.

Já o presidente do TRT, em sua apresentação, destacou as iniciativas inéditas da Justiça do Trabalho de Minas como o Juízo Auxiliar de Conciliação de Precatórios, a instalação do Núcleo de Conciliação de 2ª Instância, a implantação dos Postos Avançados de Atendimento e a criação da Turma Recursal de Juiz de Fora.

Na seqüência, o diretor-geral do TRT, Luís Paulo Garcia Faleiro, detalhou os principais projetos inseridos no planejamento estratégico da instituição, voltados para a excelência da prestação jurisdicional, sustentabilidade das ações, modernização administrativa, capacitação continuada de magistrados e servidores, evolução tecnológica e inclusão social.

TRT-MG participa de encontro promovido pelo CNJ (imagem 1)
Paulo Sifuentes destacou que, no TRT-MG, todos os magistrados mineiros e os servidores estão comprometidos com a efetivação do planejamento estratégico nacional e sempre dispostos ao compartilhamento de idéias e troca de experiências (foto: Márcia Barroso/ACS)
Presenças

Participaram do evento, desembargadores do TJMG, os conselheiros do CNJ, Mairan Gonçalves Maia e Andréa Maciel Pachá, além de Felipe Locke Cavalcanti, integrantes do TRE-MG, da Justiça Militar de Minas Gerais, das Associações dos Magistrados Mineiros, dos Juízes Federais e a presidente da Amatra3, juíza Olívia Pinto Coelho. Presentes, também, pelo TRT-MG, Guilherme Augusto de Araújo, secretário-geral da presidência, Eliel Negromonte Filho, diretor judiciário e Roberto Rodrigues da Costa, diretor de informática.

Visualizações: