TRT-MG inaugura sustentação oral a distância na Região Sudeste

publicado 12/07/2010 06:29, modificado 12/07/2010 09:29

Sempre à frente na utilização da tecnologia para servir melhor a sociedade, o Tribunal Regional do Trabalho de Minas adota a defesa oral de advogados a distancia. No próximo dia 29 de julho, às 9:30 horas, o TRT de Minas realiza a 1ª Sustentação Oral a Distância, durante sessão da 7ª Turma do TRT. O sistema de videoconferência permite que, nos julgamentos de recursos trabalhistas, os advogados façam a sustentação oral direto da cidade de origem dos processos. O Foro Trabalhista de Uberlândia, distante 540 km de Belo Horizonte, será o primeiro a experimentar o sistema.

Segundo o desembargador Paulo Roberto de Castro, presidente da 7ª Turma e da Comissão de Informática do TRT, além da economia de gastos para advogados e partes, a medida vai propiciar a eliminação de eventuais riscos de deslocamentos entre Uberlândia e região até Belo Horizonte e ainda, oferecer maior comodidade para os operadores do Direito. O TRT–MG é o primeiro regional sediado na Região Sudeste a inaugurar o sistema que já foi implantado com sucesso no TRT da 8ª Região (Pará e Amapá). A sessão por videoconferência começou a ser testada em 2003, pelo TRF da 4ª Região e está sendo estendida para outros tribunais do país.

TRT-MG inaugura sustentação oral a distância na Região Sudeste (imagem 1)
“Acredito que, embora o uso da sustentação oral a distância seja facultativo, com o tempo todos os operadores do Direito irão descobrir suas vantagens e benefícios e a adotarão em suas práticas forenses”, destaca o presidente da 7ª Turma (foto: Márcia Barroso)
OAB elogia iniciativa do Tribunal

Para o secretário-geral e presidente em exercício da OAB-MG, Sérgio Murilo Diniz Braga, esta é mais uma das brilhantes iniciativas do TRT de Minas, que segundo ele, está sempre investindo em ações que aproximem o Judiciário do cidadão. “Assim como na criação de sua Turma Regional em Juiz de Fora, o TRT, da 3ª Região sai na frente ao aproximar-se, tecnologicamente, do advogado do interior em Minas Gerais. A implantação desta importante ferramenta tecnológica, a possibilitar a efetiva interação das Turmas Julgadores do TRT da 3ª Região com os advogados que atuam fora da capital, além de facilitar o exercício profissional da advocacia, representa, acima de tudo, a criação de um elo direto entre o Poder Judiciário e o jurisdicionado”, afirma Braga. O advogado ressalta, ainda, que a OAB-MG, dentre os objetivos da atual gestão, preconiza a efetiva regionalização de suas atividades, para estar presente, de forma direta e permanente em todos os quadrantes do Estado. “Toda e qualquer iniciativa tendente à interiorização e ao aperfeiçoamento das atividades do Judiciário, bem como sua aproximação ao advogado e à parte, tem o integral apoio a OAB-MG”, finalizou.

O desembargador Paulo Roberto de Castro destaca, ainda, que a iniciativa irá se integrar a tantas outras do TRT de Minas que busca, em ritmo acelerado, a criação do seu primeiro processo eletrônico, lembrando que a idéia é ampliar o sistema de sustentação oral a distância para outros foros de Minas Gerais. (Márcia Barroso)

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br