Apresentado o Projeto do Fórum da Justiça do Trabalho BH

publicado 21/03/2012 17:53, modificado 21/03/2012 20:53

A 1ª Instância da Justiça do Trabalho de Belo Horizonte vai ter mesmo sua sede própria no complexo da antiga Escola de Engenharia da UFMG, em Belo Horizonte. O projeto foi apresentado hoje, dia 21, na sede do TRT, à Comissão de Gestão Predial do Tribunal, pela empresa C&P Arquitetura. A apresentação foi prestigiada pela presidente da Instituição, desembargadora Deoclecia Amorelli Dias.

Apresentado o Projeto do Fórum da Justiça do Trabalho BH (imagem 1)
Foto: Madson Morais

Depois de reforma e adequação dos prédios que serão mantidos e da construção de outro, para acesso e interligação, o complexo do Fórum da Justiça do Trabalho de BH, de cerca de 50 mil metros quadrados, vai abrigar 70 varas, a Escola Judicial, uma Biblioteca, serviço médico, locais para serviços de apoio, dois bancos, além de áreas de convivência, tudo com pleno acesso às pessoas de mobilidade reduzida, sem comprometimento dos prédios tombados. O conjunto, de dois quarteirões, vai contar também com um estacionamento para 350 veículos.

Os arquitetos que desenvolveram o projeto pretendem que o Fórum dê relevante contribuição à revitalização daquela área da cidade, considerada bastante degradada, e que seja transformado num ícone da região. Antes, porém, eles precisam superar alguns obstáculos, principalmente perante o Conselho de Patrimônio Municipal.

Enquanto isso, o TRT vai tratar de outras questões importantes para viabilizar a execução do projeto, como o levantamento de custos e o custeio da obra pela Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, que, em contrapartida, teriam espaços para instalar, no complexo, suas respectivas agências para recebimento de depósitos judiciais e para atendimento ao público em geral.

Além dos desembargadores José Murilo de Morais, José Miguel de Campos e Emerson José Alves Lage, e dos juízes Ricardo Marcelo Silva e Orlando Tadeu, bem como do engenheiro Hudson Luiz Guimarães, todos integrantes da Comissão de Gestão predial, participaram da apresentação, feita pela equipe da C & P Arquitetura, o digetor-geral do Tribunal, Guilherme Augusto de Araújo; a juíza diretora do Foro Trabalhista de Belo Horizonte, Maria Cecília Alves Pinto; os diretores Herce Martins Pontes e Pedro Lamounier de Carvalho; o assessor da Diretoria Geral, Antônio de Souza Pontes Filho, e os engenheiros do TRT, Sérgio Augusto Rodrigues e Luiziana de Mello Vasconcellos Teodoro. (Walter Salles)

Visualizações: