Assessor do CSJT ministra palestra sobre orçamento da União

publicado 10/04/2012 10:27, modificado 10/04/2012 13:27

A convite da administração do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, o assessor-chefe da Assessoria de Planejamento, Orçamento e Finanças do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), Marcus Augusto Willmann Saar de Carvalho, esteve hoje em Belo Horizonte para ministrar para diretores, assessores e assistentes da JT de Minas palestra sobre o orçamento da União.

Realizada no prédio da Justiça do Trabalho na Rua Mato Grosso - 460, o evento cumpre mais uma etapa do Projeto Conscientização, Capacitação e Gestão Orçamentária, incluído no Planejamento Estratégico do Tribunal e que é coordenado pela Diretoria Financeira.

Segundo o diretor financeiro do Tribunal, Herce Martins Pontes, o projeto prevê três reuniões anuais e 12 mensais, e tem como objetivo a capacitação técnica dos gestores da área administrativa do TRT, além da busca pela otimização dos recursos.

Assessor do CSJT ministra palestra sobre orçamento da União (imagem 1)

O assessor do CSJT, Marcus Willmann, frisou que o objetivo do encontro "é dar um panorama geral do orçamento da Justiça do Trabalho e da União, esclarecendo como ele é elaborado, seu funcionamento, sua execução, e também mostrar as linhas gerais do trabalho que é realizado pela Assessoria de Planejamento, Orçamento e Finanças do Conselho".

A vinda do assessor à Justiça do Trabalho mineira é uma experiência inicial, uma vez que o CSJT tem realizado anualmente simpósios em Brasília para repassar aos gestores da Justiça do Trabalho de todo o país informações sobre gestão financeira e orçamentária. "O objetivo é atingir um público maior, conscientizando-o do papel do orçamento nas nossas atividades. Por trás de cada servidor que está exercendo suas funções e levando a Justiça a quem precisa, existe todo um trabalho que é realizado pelo pessoal da área orçamentária. Esse trabalho é que garante o pagamento de pessoal, a manutenção das atividades e todo o funcionamento dos Órgãos".

Ele também chamou a atenção para a importância da descentralização orçamentária, que é um princípio do próprio orçamento que visa facilitar sua execução: "é preciso descentralizar para alcançar os objetivos e cumprir a missão da Justiça do Trabalho, levando-a a todos os rincões do país". (texto Solange Kierulff/foto Adriana Spinelli)

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br