Ciclo de debates sobre negociação coletiva encerra a VIII Semana da Conciliação no TRT-MG

publicado 14/11/2012 12:41, modificado 14/11/2012 14:41

A Escola Judicial e o Núcleo de Conciliação do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG) encerraram, nesta quarta-feira, dia 14, a VIII Semana da Conciliação, com um ciclo de debates sobre negociação coletiva e o papel dos magistrados, procuradores do trabalho e advogados na conciliação. O evento foi realizado no auditório do edifício-sede do Tribunal, em Belo Horizonte, sob a coordenação do desembargador Marcio Flávio Salem Vidigal, vice-corregedor e gestor do Núcleo de Conciliação do TRT-MG, e da juíza titular da 35ª VT de Belo Horizonte e conselheira do Núcleo, Adriana Goulart de Sena Orsini.

De acordo com a juíza, "na Central de 1º Grau, até essa terça-feira, 13, foram feitas 527 audiências com 273 acordos e o valor arrecadado foi de R$ 25.076.038,16. Na Central da Augusto de Lima, foram realizadas 316 audiências, 173 acordos, que resultaram na arrecadação de R$ 7.878.485,28", informou a magistrada, que avaliou a edição da Semana: "Essa Semana da Conciliação foi muito especial considerando o funcionamento da Central e a possibilidade de atuação dos novos juizes em formação, tanto pelos números apresentados neste balanço parcial, quanto pelo aprendizado proporcionado".

Ciclo de debates sobre negociação coletiva encerra a VIII Semana da Conciliação no TRT-MG (imagem 1)
Fotos: Leonardo Andrade

No ciclo de debates, a juíza Adriana Orsini falou sobre a importância da formação do magistrado em conciliação e solução de conflitos e do papel da Central. "A conciliação é um dos aspectos do exercício da função jurisdicional, por isso, é importante que o juiz receba formação em conciliação, com disciplinas práticas e teóricas da Escola Judicial".

O desembargador Marcio Flávio Salem Vidigal considera o resultado da Semana um sucesso no que diz respeito aos valores alcançados, o que revela o alto grau de eficiência dos trabalhos realizados durantes esses 7 dias. Outro ponto considerado bastante satisfatório pelo magistrado foi a experiência da participação dos juizes em formação nas audiências de conciliação. "Eles foram inseridos na prática efetiva da execução de uma de suas principais tarefas que é a conciliação, que já integra o currículo do próprio curso de formação inicial".

O ciclo de debates, que encerrou a VIII Semana da Conciliação no TRT-MG, contou com a participação do desembargador Marcelo Lamego Pertence e da advogada Ellen Mara Ferraz Hazan, na discussão sobre o tema Negociação Coletiva ; da procuradora do MPT Lutiana Nacur Lorentz, que falou sobre o Papel do Ministério Público na Conciliação , e das advogadas Paula Oliveira Cantelli e Luísa França Bistene Salles, que abordaram o tema O Papel do Advogado na Negociação Judicial e Extrajudicial .

A Semana da Conciliação teve início no último dia 7 de novembro, com audiências de conciliação concentradas na Central Permanente de Conciliação e no Núcleo de Conciliação de 2º Grau. Os processos foram colocados em pauta de acordo com programa elaborado pelo Núcleo, composto pelos desembargadores Márcio Flávio Salem Vidigal, Paulo Roberto Sifuentes Costa e João Bosco Pinto Lara; as juízas Adriana Goulart de Sena Orsini, Martha Halfeld Furtado de Mendonça Schmidt e Wilméia da Costa Benevides; e o servidor Eduardo Antônio Mendes. Acompanhe a reportagem na TV TRT-MG. (Márcia Barroso)

Visualizações: