Começam inscrições para Prêmio Innovare

publicado 01/03/2012 12:40, modificado 01/03/2012 15:40
Começam inscrições para Prêmio Innovare (imagem 1)

A partir desta quinta-feira, (1/3), estarão abertas as inscrições para o Prêmio Innovare - iniciativa que identifica e dissemina boas práticas jurídicas. O tema geral deste ano é "Desenvolvimento e Cidadania" e na premiação especial serão reconhecidas práticas relacionadas à "Justiça e sustentabilidade", em apoio à conferência internacional Rio+20. As inscrições serão realizadas pelo site do Instituto Innovare . O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) apoia o prêmio e trabalha na divulgação das ações premiadas.

Os interessados podem concorrer em seis categorias: Tribunal, Juiz individual, Advocacia, Ministério Público e Defensoria Pública, além do Prêmio Especial. Os vencedores de cada categoria recebem R$50 mil (exceto a categoria Tribunal) e o ganhador do Prêmio Especial terá a oportunidade de participar de intercâmbio para conhecer o sistema judiciário e autoridades da área jurídica de outros países.

Criado em 2004, o Prêmio Innovare chega em 2012 a sua nona edição com mais de três mil práticas catalogadas em seu banco de dados. Já foram contempladas práticas ligadas à adoção e reintegração à família, cidadania, meio ambiente, modernização do Judiciário, infraestrutura, crescimento urbano, entre outras.

A cada ano as práticas inscritas são visitadas por consultores parceiros do Instituto. Eles se dedicam a analisar a adequação das iniciativas ao prêmio. Posteriormente, as iniciativas são avaliadas pelos integrantes da comissão julgadora, formada por nomes de peso na comunidade jurídica.

Parcerias

O prêmio é realizado pelo Instituto Innovare em parceria com a Secretaria de Reforma do Judiciário do Ministério da Justiça, Associação de Magistrados Brasileiros (AMB), Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep), Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR). O Instituto conta ainda com o patrocínio e apoio das Organizações Globo. (Patrícia Costa Agência CNJ de Notícias)

Visualizações: