Concurso para Juiz do Trabalho Substituto do TRT-MG começa neste domingo

publicado 27/01/2012 13:21, modificado 27/01/2012 15:21

Os servidores da Comissão de Concursos do TRT de Minas acertam, nesta sexta-feira, os últimos detalhes para que tudo dê certo na realização da 1ª etapa do Concurso para Juiz do Trabalho Substituto que acontece no próximo domingo, dia 29, em Belo Horizonte, do meio-dia às 18 horas, na Faculdade Fumec, que fica na R. do Cobre nº 200, B. Serra.

Os 3.250 candidatos com inscrição deferida - número recorde na Justiça do Trabalho Mineira -, vão responder a 100 questões de múltipla escolha, divididas em três blocos: o primeiro será composto por 50 questões sobre Direito Individual e Coletivo do Trabalho, Direito Administrativo e Direito Penal; o segundo, com 30 questões, contemplará matérias de Direito Processual do Trabalho, direito Constitucional, Direito Civil e Direito da Criança e do Adolescente, e o terceiro abordará, nas 20 questões restantes, matérias de Direito Processual Civil, Direito Internacional e Comunitário e Direito Empresarial.

A prova tem caráter eliminatório e classificatório. Como são mais de 1.500 candidatos, pela lei, são classificados para a etapa seguinte os 300 postulantes com maior número de acertos. Se houver igualdade de candidatos com a nota de corte, ou seja, no tricentésimo lugar, todos eles se classificam.

Conforme já alertado anteriormente, aos domingos, a circulação de veículos na Av. Afonso Pena - principal via de acesso à Fumec - fica interrompida entre as ruas da Bahia e Guajajaras, desde a madrugada até por volta das 17 horas.

Outras informações úteis dizem respeito ao transporte até o local da prova. Para os candidatos que chegam pelo Aeroporto de Confins, há opções de táxis especiais, no valor de R$105,00, e comuns, ao preço de R$92,00, que levam os passageiros até o local da prova. Os táxis comuns são encontrados no aeroporto, mesmo aos domingos, já os especiais, ofertados por duas cooperativas, precisam de agendamento, fones (31)3454-5757 e (31) 3681-2349. A dica é três candidatos se juntarem para dividir o custo da corrida. Outra opção é o ônibus executivo, ao preço de R$19,25, cujo ponto de desembarque, na Av. Álvares Cabral, 387, b. Lourdes, fica bem distante do local da prova. Há, ainda, o ônibus convencional, que, ao preço de R$8,70, deixa o passageiro na Estação Rodoviária de Belo Horizonte, pertinho do ponto dos lotações (em frente ao número 354 da Av. Afonso Pena) das linhas 4103 e 4108, que podem conduzir os candidatos até o local da prova ao preço de R$2,65.

A Comissão do Concurso, composta pelos desembargadores Deoclecia Amorelli Dias, presidente do TRT, e Bolívar Viégas Peixoto, corregedor do Tribunal, e pelo advogado José Caldeira Brant Neto, tem envidado todo esforço para que no dia da prova tudo transcorra com plena normalidade.

As notícias relativas aos concursos da Justiça da Trabalho de todo o país podem ser acompanhadas também pelo site do Conselho Superior da Justiça do Trabalho - CSJT, que criou um link para esse fim. Clique aqui para saber mais.

Visualizações: