Darcy Antenor de Castro recebe homenagem póstuma em Uberlândia

publicado 17/03/2011 15:13, modificado 17/03/2011 18:13
Darcy Antenor de Castro recebe homenagem póstuma em Uberlândia (imagem 1)

Em audiência realizada no dia 1º do corrente mês, na 1ª Vara do Trabalho de Uberlândia, sob a presidência da juíza Sônia Maria Rezende Vergara, os magistrados do trabalho daquele Foro, servidores, advogados, ex-alunos e amigos do juiz do trabalho e professor Darcy Antenor de Castro (na foto com a esposa Aparecida), falecido no dia anterior, reuniram-se para lhe prestar a última homenagem:

...cada audiência, uma aula de direito, cidadania e justiça. Fino no trato, dispensava igual atenção e tratamento às partes, advogados, testemunhas. Ao ouvir o homem simples do povo, na condição de Autor, Réu ou Testemunha, usava o mesmo linguajar. Contava causos. Angariava simpatias. Não tinha pressa. Justo, humano, suas sentenças, verdadeiras obras jurídico-literárias, deixavam registrado seu senso de equilíbrio e justiça. Dava gosto lê-las. Citava poetas, escritores, autores clássicos. Homem de notável e invejável saber ...

Natural de Carmópolis de Minas, Darcy de Castro foi advogado e promotor de justiça, antes de ingressar na magistratura trabalhista, em 1972. Depois de atuar, com distinção, em Juntas de outras comarcas, ele foi promovido, por merecimento, à presidência da 1ª Junta de Conciliação e Julgamento de Uberlândia, onde permaneceu de 1977 a 1987. Mestre por vocação , Darcy lecionou latim, francês, português e Direito Processual Civil.

Visualizações: