Magistrados do TRT- MG participam de Encontro Nacional dos Juízes de Cooperação

publicado 02/10/2012 13:41, modificado 02/10/2012 16:41

Os desembargadores José Eduardo de Resende Chaves Júnior, coordenador Nacional da Rede Nacional de Cooperação Judiciária - RNC, Paulo Roberto Sifuentes Costa, gestor do Núcleo de Cooperação Judiciária do TRT da 3ª Região, e os juizes de cooperação Antônio Gomes de Vasconcelos, titular da 12ª VT de Belo Horizonte, e Cleber Lúcio de Almeida, titular da 21ª VT de Belo Horizonte, participam, no próximo dia 18 de outubro, no Rio de Janeiro, do Encontro Nacional dos Juízes de Cooperação.

Organizado pelo Conselho Nacional de Justiça - CNJ em parceria com os Tribunais fluminenses, o primeiro Encontro Nacional dos juízes de cooperação servirá para que esses magistrados desenvolvam a metodologia da Cooperação Judiciária, a ser adotada em todo o País, no âmbito da recém-formada RNC .

A Cooperação, instituída pela Recomendação 38/2011 do CNJ e em seguida transformada pelos tribunais em meta do Poder Judiciário para 2012 (Meta 4), é uma tentativa de modificar radicalmente a comunicação nos atos oficiais da Justiça. Com a intermediação dos juízes de cooperação, os atos processuais de qualquer magistrado brasileiro que dependam de outro magistrado ou tribunal tendem a ser cumpridos com maior rapidez e economia.

Os juízes de cooperação já designados pelos seus tribunais, os componentes dos Núcleos de Cooperação dos Tribunais, do Comitê Nacional da RNC e dos Comitês Estaduais serão inscritos automaticamente para o Encontro. Onde ainda não houver juízes e Núcleo de cooperação, os magistrados interessados em participar devem entrar em contato com a Administração de seus tribunais, que deverá indicar representantes, oficiando à Comissão de Acesso à Justiça e Cidadania.

O Encontro será aberto às 9h, no plenário do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, rua Dom Manuel, S/Nº, 10º andar, Lâmina Central, Centro, Rio de Janeiro, e o credenciamento será feito no local. (Márcia Barroso com informações do site www.cnj.jus.br)

Visualizações: