Magistrados e servidores recebem treinamento para uso do PJe-JT na Seção Especializada em Dissídios Individuais

publicado 30/08/2012 09:19, modificado 30/08/2012 12:19

Desembargadores, juízes convocados para a 2ª Instância, assessores e secretários de Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região recebem nesta quinta-feira 30 de agosto, o treinamento para utilização do Processo Judicial Eletrônico (PJe-JT), na Seção Especializada em Dissídios Individuais. O treinamento está sendo realizado pelo desembargador Cláudio Brandão, coordenador nacional do PJe-JT, na Sala Multimeios, no Prédio da Justiça do Trabalho - Avenida Augusto de Lima, 1.234, 17ª andar.

Magistrados e servidores recebem treinamento para uso do PJe-JT na Seção Especializada em Dissídios Individuais (imagem 1)

De acordo com o desembargador Ricardo Antônio Mohallem, presidente do Comitê Gestor Regional do Processo Judicial Eletrônico (PJe-JT), durante o treinamento, o grupo participa de uma operação assistida de todas as etapas de um processo. "Hoje vamos participar de um conjunto de atividades que vão capacitar o grupo presente para a operação da ferramenta na Primeira Seção de Dissídios Individuais", esclareceu.

O desembargador disse ainda que o aproveitamento está sendo excepcional. "O instrutor, desembargador Cláudio Brandão, domina o assunto e nos dá a oportunidade de obter resultados acima do esperado", ressaltou Mohallem lembrando que, com a evolução constante do sistema, os treinamentos serão contínuos. "As adaptações, ajustes e mudanças com a evolução da ferramenta serão compreendidos naturalmente pelos próprios usuários na prática diária da utilização do Pje".

Magistrados e servidores recebem treinamento para uso do PJe-JT na Seção Especializada em Dissídios Individuais (imagem 2)

Ricardo Mohallem afirmou que a implantação do PJe-JT na 3ª Região - Módulo de 2º Grau no TRT e Módulo de 1º Grau na vara de Nova Lima - está sendo cumprida rigorosamente. "Estamos obedecendo ao cronograma nacional estabelecido pela presidência do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) para que possamos efetivá-lo no próximo dia 5 de setembro", concluiu.
(Texto e fotos: Márcia Barroso)

Visualizações: