Ministro Reis de Paula se emociona ao receber título de Cidadão Honorário de BH

publicado 05/08/2011 06:15, modificado 05/08/2011 09:15
Ministro Reis de Paula se emociona ao receber título de Cidadão Honorário de BH (imagem 1)

Prestigiado por diversas autoridades da política mineira e do mundo jurídico, o ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Carlos Alberto Reis de Paula, recebeu, nesta quinta-feira (4), o título de Cidadão Honorário de Belo Horizonte. Durante a solenidade, realizada na Câmara Municipal, o ministro, muito emocionado, destacou a importância da homenagem como um reconhecimento a todos os mineiros que trabalham para o fortalecimento da justiça.

Natural de Pedro Leopoldo (RMBH), Reis de Paula disse que o título lhe confere uma nova cidade natal. "É quase como ter uma nova pátria. Esta homenagem reuniu parentes e amigos que vieram de muito longe, inclusive de outros estados. Realmente a gente fica com o coração acelerado porque é o reconhecimento pela obra que a gente faz e é mais um reconhecimento da Justiça do Trabalho, principalmente do TRT de Minas. É por isso que eu partilho esta homenagem com todos os meus colegas magistrados, que abrange também todos os servidores".

O ministro emocionou-se ao lembrar de seu pai, que nasceu no Bairro Santa Tereza, e com voz embargada fez uma pausa, deixando transparecer, mais uma vez, a emoção de ser homenageado com o título de Cidadão Honorário de Belo Horizonte.

O presidente do TRT da 3ª Região, desembargador Eduardo Augusto Lobato, considerou o título de cidadão honorário, concebido ao ministro Reis de Paula, uma justa homenagem. "Fico feliz por ser belo-horizontino e participar desta homenagem ao ministro, que construiu toda sua carreira em Belo Horizonte com relevantes serviços prestados à Justiça Trabalhista".

Ministro Reis de Paula se emociona ao receber título de Cidadão Honorário de BH (imagem 2)

Para o deputado federal Eduardo Azeredo, o ministro honra Minas Gerais com sua atuação em Brasília. "É sem dúvida uma justa homenagem que reconhece o trabalho do ministro Reis de Paula no TRT de Minas, sua atuação no TST e engrandece a capital mineira. As diversas autoridades aqui presentes demonstram seu círculo de amizades que faz jus esta homenagem", disse.

A iniciativa da homenagem foi do vereador Preto, que destacou a simplicidade do ministro Reis de Paula, mesmo sendo um grande operador do direito. "Sem dúvida é o meio de homenagear uma das pessoas mais simples, um homem do povo, porém um grande ministro, um grande professor, portanto a câmara se sente orgulhosa de poder homenagear uma pessoa que saiu do interior do estado, construiu sua carreira na Justiça do Trabalho de Minas, em Belo Horizonte, e se tornou ministro".

O vereador Joel Moreira, substituindo o vereador Léo Burguês, presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, presidiu a solenidade e transmitiu ao homenageado as mensagens enviadas pelo governador de Minas, Antônio Augusto Anastásia, e pelo prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, que, por força de compromissos previamente agendados, não puderam comparecer à solenidade. A abertura da reunião solene foi feita com o Hino Nacional, executado pelo Quarteto de Cordas da Polícia Militar de Minas Gerais.

Ministro Reis de Paula se emociona ao receber título de Cidadão Honorário de BH (imagem 3)

Carlos Alberto Reis de Paula nasceu em Pedro Leopoldo (MG), em 26 de fevereiro de 1944. Formado em Direito pela UFMG (1970), licenciado em Filosofia pela Faculdade de Divinópolis. Mestre (1984) e Doutor (2000) pela Faculdade de Direito da UFMG. Professor de Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho da UFMG desde 1985 e à disposição da UNB desde 1999. Iniciou a carreira no serviço público como professor do Colégio Estadual de Pedro Leopoldo. Em 1972, foi aprovado em concurso público para técnico de controle externo do Tribunal de Contas da União. Obteve segundo lugar nas provas escritas para Procurador-Geral da República e no concurso para juiz do Trabalho substituto da 3ª Região (MG). Presidiu Juntas de Conciliação e Julgamento e, em 1993, chegou por merecimento ao TRT. Reis de Paula é Ministro do TST e autor de livros e artigos diversos. Foi presidente da Terceira Turma do TST, corregedor-geral da Justiça do Trabalho na administração passada e diretor da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (Enamat) no biênio 2007/2009. (Márcia Barroso - Fotos: Leonardo Andrade)

Visualizações: