Mônica Sette Lopes é nomeada desembargadora para o TRT/MG

publicado 28/05/2012 07:42, modificado 28/05/2012 10:42
Imagens da Justiça em verso, música e prosa no TRT (imagem 2)

A juíza federal do Trabalho, Mônica Sette Lopes, titular da 12ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, foi nomeada pela presidente da república Dilma Rousself, desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região. A nomeação foi publicada hoje no Diário Oficial da União, pelo critério de antiguidade, em vaga proveniente da aposentadoria da desembargadora Cleube de Freitas Pereira.

Bacharel em Direito (fev./1985) e doutora em Filosofia do Direito pela UFMG (dez./1992), Mônica Sette Lopes foi procuradora-adjunta da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais até sua posse como Juíza Substituta em novembro de 1989. Foi Juíza Presidente das Juntas de Conciliação e Julgamento de Caratinga, Varginha, Lavras e da 2ª de Contagem e Juíza Titular da 12ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte desde 1992. Desde 1994, ela vem sendo convocada para substituições e mutirões no TRT e integrou listas tríplices para promoção por merecimento ao cargo de desembargador em 2002, 2004, 2010 e 2011. Professora associada da Faculdade de Direito da UFMG, onde leciona nos cursos de graduação (História do Direito e Direito e Comunicação) e de pós-graduação (Teoria da Justiça), orientando pesquisas de mestrado e doutorado, além de ter sido professora residente do IEAT - Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares da UFMG (2009/2010).

Mônica Sette Lopes foi secretária da AMATRA 3 no período de 1993 a 1995, e publicou as obras "A equidade e os poderes do juiz" (Belo Horizonte: Del Rey, 1993), "A convenção coletiva e sua força vinculante" (São Paulo: LTr, 1998), "Uma metáfora: música e direito" (São Paulo: LTr, 2006), "Os juízes e a ética do cotidiano"(São Paulo: LTr, 2008), "Imagens da justiça" (em co-autoria com Bruno Amaro Lacerda. São Paulo: LTr, 2010), além de capítulos de livros, artigos em revistas jurídicas nacionais e estrangeiras e crônicas sobre experiência jurídica. A magistrada também participou do curso de Formation de Formateurs na Ecole Nationale de la Magistrature, ENM, Paris, França, em março de 2005, integrou o conselho da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região de 2003 a dezembro 2005, tendo naquele mesmo período, composto o conselho editorial da Revista do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (edição dos n. 63 a 70). Participou dos cursos de formação inicial na ENAMAT-TST em 2007 e 2008 e de cursos de formação continuada em diversas escolas judiciais da Justiça do Trabalho e das Justiças Estadual e Federal. Atualmente, Mônica Sette Lopes produz e apresenta o programa "Direito é música", transmitido pela Rádio UFMG, pela Rádio Justiça e pela Rádio Nacional-AM de Brasília.

A nova desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais, Mônica Sette Lopes, será empossada, na próxima quinta-feira, dia 31 de maio, às 17 horas, pela presidente do TRT/MG, desembargadora Deoclecia Amorelli Dias. (Márcia Barroso - Foto: Leonardo Andrade)

Visualizações: