Parte operacional do PJe é apresentado em minicurso

publicado 20/04/2012 16:04, modificado 20/04/2012 19:04
Parte operacional do PJe é apresentado em minicurso (imagem 1)

Os participantes do minicurso sobre o tema O Processo Judicial Eletrônico na Justiça do Trabalho (PJe) - Apresentação do Sistema , realizado nesta sexta-feira, dia 20, no TRT da 3ª Região, acompanharam, na parte da tarde, a exposição do juiz Lindinaldo da Silva Marinho, do TRT da Paraíba, assessorado pelo analista do TRT da 3ª Região, Bernardo Andrade Gouvêa.

Lindinaldo da Silva Marinho, que é do Comitê Gestor Nacional do Processo Judicial Eletrônico na Justiça do Trabalho, chamou a atenção dos participantes para os impactos que o PJe causará sobre a tramitação processual, especialmente aos servidores e magistrados. "Com a implantação do processo eletrônico, muitas atividades praticadas no meio físico deixarão de existir, como por exemplo, a encadernação de autos, posição de carimbos, juntadas de petições, entre outras que vão desaparecer e por isso é preciso despertar os servidores para a necessidade de qualificação profissional". O juiz acrescentou que os tribunais vão ter que desenvolver novas competências e habilidades capacitando e treinando seus servidores.

O analista Bernardo Andrade Gouvêa fez uma apresentação técnica mostrando como funciona o sistema e explicou a parte operacional do processo eletrônico aos participantes.

O evento é uma realização da Escola Judicial e da Diretoria de Recursos Humanos. (Márcia Barroso) (foto Madson Morais)

Visualizações: