Presidente abre curso na Academia de Polícia

publicado 05/11/2012 17:35, modificado 05/11/2012 19:35

Teve início hoje, dia 5, na Academia da Polícia Militar, em Belo Horizonte, o curso de aperfeiçoamento para a 2ª turma de agentes de segurança do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG). Na solenidade de abertura, a presidente do Tribunal, desembargadora Deoclecia Amorelli Dias, agradeceu pelos incontáveis préstimos da Polícia Militar à Instituição e ressaltou a importância da integração prestativa entre ramos e órgãos da Administração Pública. A presidente também cumprimentou os servidores que participam do curso, realçando a relevância do serviço de segurança nos dias atuais e a necessidade do constante treinamento dos profissionais dessa área. Recorrendo a palavras do desembargador Marcus Moura Ferreira, 1º vice-presente do TRT, proferidas na abertura do mesmo curso para a 1ª turma de agentes, segundo as quais o êxito do que se faz depende do sincero e devotado empenho de cada um, a presidente Deoclecia Amorelli Dias agradeceu aos instrutores, ao coronel Diniz e a contribuição de cada servidor, desejando-lhes sucesso na jornada.

Presidente abre curso na Academia de Polícia (imagem 1)
Coronel Paulo Márcio Diniz, Presidente Deoclecia Amorelli Dias, Tenente-coronel Alexandre Antônio Alves e Major Alberto Nunes (Foto: Madson Morais)

Falando em nome do comandante da Academia da Polícia Militar, coronel Sérgio Augusto Veloso Brasil, o tenente-coronel Alexandre Antônio Alves salientou que o aperfeiçoamento é fundamental para o exercício das atividades de segurança, e o coronel Paulo Márcio Diniz, assessor de apoio externo e institucional do TRT, falou do estímulo que representa para os servidores a presença da desembargadora Deoclecia Amorelli Dias. Paulo Márcio adiantou que está em andamento uma proposta de convênio com a Academia, que inclui a avaliação física dos agentes de segurança.

O Coronel explicou que o objetivo do curso, ministrado por instrutores da Academia da Polícia Militar, é preparar os agentes para o cumprimento, de forma ainda mais eficaz, da atividade de segurança do Tribunal, o que inclui treinamento para uso de algemas, cassetete tonfa retrátil, detector manual de metais e spray de pimenta, bem como aulas sobre atividade de inteligência, escolta de autoridades, gerenciamento de crise e postura durante eventos. O programa, que totaliza 30 horas de curso, inclui ainda aulas sobre princípios de eficiência constitucional e excludentes de ilicitude, noções gerais sobre drogas ilícitas e atividade de inteligência e sobre verificação de suspeitos e prisão em flagrante. O que chamou mais a atenção da agente Regina Betânia Miranda, que fez o curso na 1ª turma, foi o preparo dos instrutores, que souberam passar o conteúdo das matérias com muita facilidade.

O curso será ministrado diariamente, a partir de hoje, das 14h às 17h40, com encerramento na próxima terça-feira, quando haverá avaliação teórica. (Walter Salles)

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br