Sinduscon-MG vai apoiar evento no Mineirão

publicado 26/04/2012 16:46, modificado 26/04/2012 19:46
Sinduscon-MG vai apoiar evento no Mineirão (imagem 1)

Em reunião ocorrida hoje, dia 26, em Belo Horizonte, com os gestores regionais em Minas do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho, desembargador Anemar Pereira Amaral e o juiz Eduardo Ferri, titular da 8ª VT de Belo Horizonte, dirigentes do Sinduscon-MG - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais, receberam muito bem o anúncio do referido Programa e se prontificaram a participar da mobilização para levar os trabalhadores do setor a um evento de conscientização sobre o tema, que será realizado no Mineirão no mês de junho próximo, com participação de autoridades e personalidades de destaque no cenário nacional.

Depois de ouvir do desembargador que o programa é do interesse de todos, não tem conotação política e que será gerido por um comitê interinstitucional composto pela Justiça do Trabalho, Ministério Público do Trabalho, Ministério do Trabalho e Emprego, Advocacia Geral da União e Instituto Nacional da Seguridade Social - INSS, o vice-presidente de Política, Relações Trabalhistas e Recursos Humanos do Sindicato, engenheiro Bruno Vinícius Magalhães, representando o presidente Luiz Fernando Pires, abriu as portas da entidade para o Comitê: "Abro a instituição para os senhores, além do caminho para nossas empresas associadas, seja para visitas, seja para a participação em eventos", garantiu ele.

Os dirigentes sindicais salientaram que têm procurado despertar nas empresas a cultura da prevenção de acidentes. "Temos o Seconci/MG - Serviço Social da Construção Civil, que cuida da segurança e saúde dos trabalhadores de todas as empresas filiadas", destaca Daniel Furletti, coordenador sindical do Sinduscon. Segundo ele, além de ministrar cursos, treinamentos e programas de educação com abordagem em civilidade, o Seconci oferece assistência médica e odontológica para todos os empregados. Outra iniciativa do sindicato, de acordo com Bruno Vinícius, foi a instituição do Prêmio de Segurança, já na 14ª edição, para reconhecer e destacar as empresas filiadas pela adoção de sistema de gestão de segurança no trabalho. O dirigente afirma que para o Sinduscon, um acidente de trabalho que seja é muito importante, independentemente do número de canteiro de obras. "Não aceitamos, de maneira alguma, o aumento do número de acidentes de trabalho como consequência do aquecimento da construção civil", assegura o dirigente.

O advogado Fernando Guedes Ferreira Filho, consultor jurídico do Sinduscon, pôs em relevo também a inclusão, por iniciativa da entidade patronal, de diversas cláusulas na Convenção Coletiva de Trabalho de 2011/2012, da qual é signatária, sobre prevenção de acidente do Trabalho.

Satisfeitos com a receptividade do sindicato, bem como com as iniciativas noticiadas por seus dirigentes, os magistrados, que estiveram acompanhados do assessor da presidência do TRT-MG, Paulo Haddad, manifestaram a esperança de conseguir, com o esforço de todos, tirar o Brasil do incômodo 4º lugar no ranking de países com o maior número de acidentes. "Ninguém, em sã consciência, contrariaria o ideal do programa, de conscientizar a todos sobre a necessidade urgente de minimizar os acidentes de trabalho no país", afirmou Anemar.

A reunião de hoje, a exemplo de muitas outras já realizadas, é parte da campanha empreendida pelo TRT de Minas para intensificar o Programa Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho, de autoria do TST, que tem por objetivo promover a conscientização sobre a importância de se prevenir os acidentes de trabalho no país. (Walter Salles, foto Madson Morais)

Visualizações: