TRT de Minas sedia encontro da região sudeste pela valorização do magistrado

publicado 06/07/2012 14:34, modificado 06/07/2012 17:34

Para tratar do lançamento na região Sudeste do Programa de Valorização - Juiz valorizado, justiça completa , do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no próximo dia 10 de agosto, estiveram reunidos nesta quinta-feira no TRT de Minas com o conselheiro José Lúcio Munhoz, do CNJ; o desembargador Marcus Moura, no exercício da Presidência da 3ª Região; o desembargador José Eduardo de Resende Chaves, a juíza Wilméia da Costa Benevides e o diretor-geral Guilherme Augusto Araújo. E, ainda, servidores das Assessorias de Comunicação Social do CNJ, do TRT e do TJ, parceiros no evento. O objetivo do CNJ com a iniciativa é ampliar a discussão sobre o tema e levantar sugestões de ações que contribuam para a melhoria da atuação qualificada do Poder Judiciário e para o respeito aos valores de seus profissionais.

TRT de Minas sedia encontro da região sudeste pela valorização do magistrado (imagem 1)
Fotos TJMG

Dos cinco encontros regionais programados, o primeiro, realizado no último dia 29 de junho, na sede do TRT da 12ª Região, reuniu em Florianópolis magistrados dos diversos tribunais dos estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Os próximos já previstos, vão reunir magistrados em 10 de agosto, da Região Sudeste, no TRT mineiro, em Belo Horizonte (MG); em 24 de agosto da Região Centro-Oeste, no TJ de Goiânia (GO); da Região Nordeste, em 14 de setembro, na sede do TRF da 5ª Região, em Recife (PE) e encerrando os encontros regionais, estarão reunidos em Manaus (AM), na sede do TJ , em 28 de setembro, os magistrados do norte do país. Ao final dos encontros regionais está previsto para acontecer, em Brasília (DF), o Seminário Nacional sobre Valorização da Magistratura. Pretende o CNJ, com os encontros, que as instâncias do Poder Judiciário reflitam coletivamente e sugiram medidas ou ideias que permitam avanços em relação ao trabalho profissional do magistrado e a correta percepção de seu papel pela sociedade.

Estão convocados para participar dos encontros regionais devido à impossibilidade de se reunirem todos os magistrados do país, presidentes e corregedores de tribunais, diretores das escolas judiciais, diretores de comunicação dos tribunais e os presidentes das associações de magistrados.

Os quatro temas escolhidos para serem abordados nas reuniões são: Mecanismos de suporte e apoio ao trabalho judicial. Produtividade e qualidade da Jurisdição: Métodos de avaliação e reconhecimento institucional do trabalho judicial; Formação ética e teórico-prática dos magistrados e os fins da Justiça. Papel das escolas da magistratura na valorização da magistratura; A visão do Judiciário e a figura pública do magistrado na sociedade: A participação do magistrado em ações sociais e, por fim, Comunicação dos tribunais e magistrados com a sociedade.

Visualizações: