Vamos fazer a fila andar!

publicado 16/05/2012 16:12, modificado 16/05/2012 19:12

Qual cidadão não teve de aturar uma fila no trânsito, elevador, banco, supermercado, aeroporto, loteria, rodoviária, guichês de serviços públicos e em tantos outros lugares e ocasiões? Nem é preciso resposta. Todos, com certeza, viveram essa experiência e sabem o quanto ela é desagradável: 10 minutos parecem uma hora! O tempo não passa, nunca chega a nossa vez, e quase sempre o integrante da fila cujo atendimento vai ser o mais demorado está bem à nossa frente. Aí, vem irritação, indignação e, não raro, até grosserias. Agora, imagine quando essa espera pode durar anos, e você está doente, passando por tratamentos agressivos, com efeitos colaterais severos, precisando que chegue logo sua vez para que tenha a chance da cura! A espera, nesse caso, parece eterna, e atinge os familiares, amigos e todas as pessoas que amam a vida. Está-se falando, especificamente, de quem precisa de transplante de medula para a cura de leucemia, e não há doador compatível na família.

É preciso, então, fazer essa fila andar, e andar bem rapidinho. Para isso acontecer, é necessário que o número de doadores seja muitas vezes maior que os dois milhões de cadastrados atualmente no Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (REDOME), criado em 2000, quando eram apenas 12 mil inscritos. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), esses dois milhões de doadores, reforçado pelos cadastros internacionais, tem possibilitado apenas 2 transplantes de não aparentados por mês no país, por isso a fila é grande. E é uma fila democrática: não importam dinheiro, raça, religião, idade, sexo, nível intelectual, formação acadêmica, cor dos olhos. Qualquer um pode, um dia, ter de entrar nela!

Ante essa realidade e tendo-se em conta a responsabilidade socioambiental do TRT-MG de buscar a melhoria da saúde e da qualidade de vida das pessoas, tal qual previsto no seu Planejamento Estratégico, a direção do Tribunal resolveu empreender uma campanha com o objetivo de cooperar para que o número de doadores cadastrados chegue a 3, 4, 5, 10, 20 milhões, o quanto antes.

O INCA esclarece que, para se cadastrar, o candidato a doador deve ter entre 18 e 55 anos de idade, gozar de boa saúde, e procurar o hemocentro mais próximo de sua casa, onde será agendada uma entrevista para esclarecer dúvidas a respeito das doações e, em seguida, fazer a coleta de uma amostra de sangue (10 ml) para a tipagem de HLA (características genéticas importantes para a seleção de um doador). Os dados do doador são inseridos no cadastro do REDOME e, sempre que surgir um novo paciente, a compatibilidade será verificada. Uma vez confirmada, o doador será consultado para decidir quanto à doação. O transplante de medula óssea é um procedimento seguro, realizado em ambiente cirúrgico, feito sob anestesia geral, e requer internação de, no mínimo, 24 horas. Como se vê, salvo no caso do parente, as doações não são direcionadas a um paciente específico. Todos ajudam a todos.

E você? Qual desses endereços vai procurar para ajudar a fazer a fila andar?

Belo Horizonte:

Região Central - Alameda Ezequiel Dias, 321 - (31) 3248-4515/ 3248-4516

Região do Barreiro - Avenida Dr. Cristiano Resende, 2.505 - (31) 3390-8014

Além Paraíba: Rua Felizardo Esquerdo, 21 - (32) 3462-4597

Betim: Avenida Salvador Gonçalves Diniz, 191 -(31) 3595-1010

Diamantina: Rua da Glória, 469 - (38) 3532-1354

Divinópolis: Rua José Medesff, 221 - (37) 3222-1344

Governador Valadares: Rua Rui Barbosa, 149 - (33) 3271-6600

Ituiutaba: Avenida 5ª, s.n° (c/ 38, nº 40) - (34) 3269-0005

Juiz de Fora: Rua Barão de Cataguazes, s.n° - (32) 3257-3114

Manhuaçu: Rua Frederico, 289 - (33) 3331-1021

Montes Claros: Rua Urbino Viana, 640 - (38) 3218-7814

Passos: Rua Dr. José Lemos Barros, 313 - (35) 3522-4202

Patos de Minas: Rua Major Gote, 1.255 - (34) 3822-9646

Poços de Caldas: Avenida José Remigio Prezia, 303-35)3712-9012/3712-9015

Ponte Nova: Rua Carlos Gomes, 17 -(31) 3817-7321

Pouso Alegre: Rua Comendador José Garcia, 825 -(35) 3422-9277

São João del-Rei: Rua Prefeito Nascimento, 175 -(32) 3371-3389

Sete Lagoas: Avenida Dr. Renato Azeredo, 3.170 - (31) 3774-5074

Uberaba: Avenida Getúlio Guaritá, 250 - (34) 3312-5713

Uberlândia: Rua Levino de Souza, 1.845 -(34) 3222-8801

Visualizações: