4º Conape reúne peritos para troca de conhecimentos

publicado 17/09/2013 11:41, modificado 17/09/2013 14:41

"Conhecimento e ética para uma justiça cidadã". Com esse tema a Associação dos Peritos Judiciais de Minas Gerais - Aspejudi/MG, abriu, nessa segunda, 16, o 4º Conape - Congresso Nacional de Perícias Judiciais.

4º Conape reúne peritos para troca de conhecimentos (imagem 1)

O desembargador Anemar Amaral proferiu palestra magna sobre o tema "A pericia judicial no contexto do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho". Segundo ele, a perícia judicial é considerada extremamente importante para o desenvolvimento do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho. "Um processo judicial com uma perícia criteriosa permite ao juiz ter uma visão melhor do todo e isso pode servir de base para outros órgãos que têm como obrigação fiscalizar o meio ambiente de trabalho", ressaltou o desembargador.

Ao lembrar que os peritos judiciais como tantos outros profissionais enfrentam algumas dificuldades na profissão, o desembargador concordou com a presidente da Aspejudi, Lilian Caldeira, que ressaltou as dificuldades enfrentadas pela categoria. "Os honorários e a adaptação a nova era digital são alguns dos problemas enfrentados pela categoria", reforçou o desembargador. Ele lembrou ainda que as dificuldades de comunicação entre o juiz e o perito judicial é uma questão que também precisa ser discutida.

O congresso, que reúne peritos, árbitros, mediadores, conciliadores, advogados e profissionais de todo o Brasil com interesse ou atuação em perícia judicial, termina nesta quarta, 18, no Dayrell Hotel e Centro de Convenções, em Belo Horizonte. (texto e foto: Gisa Campos)

Visualizações: