Análise Ergonômica do Trabalho é implantada no TRT-MG

publicado 26/02/2013 08:50, modificado 26/02/2013 11:50

A partir deste mês, ergonomistas contratados pelo TRT da 3ª Região irão percorrer as unidades da Justiça do Trabalho de Minas, tanto na capital como no interior, para traçar a Análise Ergonômica do Trabalho - AET, iniciativa que visa levantar, avaliar e propor ações de melhoria das condições físicas e organizacionais dos magistrados e servidores mineiros. Além de ser uma oportunidade de proporcionar melhores condições de trabalho, a execução da Análise Ergonômica do Trabalho é fundamental para o cumprimento das metas 9 e 10 do CNJ para a Justiça do Trabalho.

Portanto, todos os magistrados e servidores serão solicitados a prestar informações sobre seu trabalho e receberão, se for o caso, orientações sobre a melhor forma de executá-lo. A data da visita do ergonomista às unidades de trabalho será comunicada a cada gestor, seguindo um cronograma elaborado pelos profissionais de saúde e segurança do trabalho da Diretoria de Saúde. (Fotos: Madson Morais)

Análise Ergonômica do Trabalho é implantada no TRT-MG (imagem 1)

Visualizações: