Atualizações do PJe-JT chegam aos peritos judiciais

publicado 11/03/2013 10:35, modificado 11/03/2013 13:35

O TRT Minas realizou, nesta segunda, 11 de março, no plenário do TRT, a segunda fase de treinamento do processo judicial eletrônico (PJE) para peritos judiciais. Segundo o juiz Fabiano Pfilsticker, do comitê de implantação do PJE, que ministrou o treinamento, já é possível juntar ao processo o laudo pericial, peticionar e também adicionar anexos. "Houve uma melhora no sistema no que tange o trabalho do perito. A ideia do TRT Minas é levar capacitação a todos envolvidos no PJE", explicou.

A parceira para o treinamento foi firmada com a Aspejudi (Associação dos Peritos Judiciais, Árbitros, Conciliadores e Mediadores de Minas Gerais). Segundo a presidente da Associação, Lílian Prado Caldeira, o PJE representa uma grande mudança de paradigmas que vai proporcionar uma grande economia no judiciário brasileiro. "Quando começamos a atuar com o PJE tivemos algumas dificuldades. O primeiro treinamento ajudou bastante. Agora é preciso se capacitar cada vez mais, pois sabemos que o PJE será um facilitador do nosso trabalho", revela.

A presidente da Aspejudi adiantou, ainda, que uma nova parceria será firmada com o TRT Minas, para a realização de um novo treinamento, no 4º Congresso de Perícias Judiciais, que acontece de 16 a 18 de setembro deste ano.

Atualizações do PJe-JT chegam aos peritos judiciais (imagem 1)
77 peritos puderam aprimorar os conhecimentos e também conhecer as novidades do sistema
(Foto Leonardo Andrade)

Visualizações: