Corregedora é eleita vice-presidente do Coleprecor

publicado 29/10/2014 17:42, modificado 29/10/2014 19:42

A desembargadora Denise Alves Horta, corregedora do TRT da 3ª Região (MG), foi eleita nesta quarta-feira (dia 29), em Goiânia, para o cargo de vice-presidente do Coleprecor - Colégio de Presidentes e Corregedores dos Tribunais Regionais do Trabalho - com mandato de um ano. A eleição da corregedora para o cargo é inédita, pois até então as direções do Coleprecor foram compostas exclusivamente por presidentes dos tribunais. Esse fato foi destacado pela vice-presidente eleita, que declarou se tratar de um momento histórico para a instituição, que foi possível graças ao apoio e à visão democrática de todos os seus membros.

Corregedora é eleita vice-presidente do Coleprecor (imagem 1)
Foto: Marcia Divina

Para presidente, foi eleito o mandatário do TRT da Bahia, desembargador Valtércio de Oliveira. A posse está agendada para os dias 26 e 27 de novembro, em Brasília.

Corregedora é eleita vice-presidente do Coleprecor (imagem 2)
Foto: Marcia Divina

A reunião do Coleprecor prossegue amanhã, com participação também da presidente do TRT-MG, desembargadora Maria Laura Franco Lima de Faria.

O Coleprecor tem como membros de honra o presidente do Tribunal Superior do Trabalho e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, além do corregedor-geral da Justiça do Trabalho.

O atual presidente do Colégio, desembargador Ilson Alves Pequeno Júnior, disse que, na sua gestão, buscou atender ao papel da instituição, de estabelecer políticas públicas para o aprimoramento do Judiciário Trabalhista.

A desembargadora Elza Silveira, que atualmente ocupa a vice-presidencia da instituição, felicitou os eleitos e disse que foi uma grande satisfação assumir o cargo de vice-presidente do Coleprecor, instituição que, além de propiciar-lhe boa convivência, é um ambiente que permite a troca de informações e a discussão de temas importantes para a Justiça do Trabalho. Ela lamentou que, apesar de todos os esforços, não foi conquistada a aprovação do projeto que cria o adicional por tempo de serviço para as carreiras da magistratura e do Ministério Público.

O presidente eleito agradeceu sua indicação e disse que assumir a direção da entidade é uma grande responsabilidade, pois, nos últimos anos, o Coleprecor vem se solidificando e passou a ser mais respeitado e ouvido pelos conselhos e tribunais superiores. Ele cumprimentou o atual presidente pela serenidade e competência na condução da instituição. O desembargador destacou também a atuação da atual vice-presidente, que "é exemplo, não só para sua família, mas para todos os magistrados", afirmou.

Visualizações: