Diamantina será o próximo município a instalar PJe

publicado 09/09/2013 15:12, modificado 09/09/2013 18:12
Diamantina será o próximo município a instalar PJe (imagem 1)
Foto: Leonardo Andrade

A partir da próxima sexta-feira, dia 13 de setembro, a Vara do Trabalho de Diamantina passa a contar com processos no formato eletrônico. Atendendo à nova regulamentação do CSJT, através da Resolução 128 (ver matéria ) publicada no último dia 30 de agosto, o TRT-MG instalará o PJe na fase de execução dos processos, sendo mantida a primeira parte da tramitação no formato tradicional de papel.

A solenidade de implantação do novo formato de processo ocorrerá às 16h, na sede da Justiça do Trabalho local, com a presença da presidente do TRT, desembargadora Deoclecia Amorelli Dias. A vara trabalhista da cidade está localizada na rua Caminho do Carro, 237.

A Vara do Trabalho de Diamantina foi criada em 1989, com a aprovação da Lei 7.729, publicada em janeiro desse ano. Com 1.298 processos novos protocolados entre o início de agosto de 2012 e o fim de julho de 2013, a secretaria local da justiça trabalhista atende também aos municípios de Alvorada de Minas, Aricanduva, Carbonita, Congonhas do Norte, Couto de Magalhães de Minas, Datas, Diamantina, Felício dos Santos, Gouveia, Itamarandiba, Leme do Prado, Minas Novas, Presidente Kubitscheck, Santo Antônio do Itambé, São Gonçalo do Rio Preto, Senador Modestino Gonçalves, Serra Azul de Minas, Serro, Turmalina e Veredinha.

Pouco mais de 270 km ao norte da capital mineira, Diamantina, cidade histórica que se destaca como pólo turístico, é conhecida pela arquitetura barroca e pelas igrejas seculares. Em 1691, uma expedição que estava a procura de ouro acampou às margens do Rio Tijuco. Com a descoberta de diamantes, 38 anos depois, o então Arraial de Tijuco se transformou em local de esplendor e luxo. O nome Diamantina veio com a criação da vila, em 1831, que sete anos mais tarde passou à condição de cidade. Teve o seu centro histórico tombado em 1938 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Em 1999, foi considerada patrimônio histórico pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - Unesco. (David Landau)

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br