Você está aqui: Início / Notícias / Comunicação / Notícias Institucionais / Importadas: 2013 a 2014 / EJ organiza curso que integra formação inicial para magistrados

EJ organiza curso que integra formação inicial para magistrados

publicado 02/06/2014 11:24, modificado 02/06/2014 14:24
EJ organiza curso que integra formação inicial para magistrados (imagem 1)
Foto: Madson Morais

A I Semana de Formação Inicial Complementar de 2014, organizada pela Escola Judicial do TRT-MG, iniciou na manhã desta segunda-feira (2). Durante a semana será ministrado curso destinado aos magistrados em fase de vitaliciamento e àqueles que ainda não cumpriram a formação inicial complementar, a atividade contempla as 40 horas de curso obrigatórias por semestre para juízes que ainda não são vitalícios. As aulas ocorrem entre os dias 2 e 6 de junho pela manhã, das 8h30 às 12h30, e à tarde, entre as 13h30 e as 17h30.

Essa edição do curso conta com a participação de 24 juízes, sendo 16 provenientes do último concurso. Um diferencial desta turma é a participação, no corpo de formadores, da juíza francesa Carla Deveille-Fontinha, que estará presente na manhã do último dia.

O objetivo da Semana de Formação é desenvolver habilidades e competências, num momento em que os juízes podem combinar o aprendizado com a prática profissional, dando continuidade à formação inicial. As aulas abordam os seguintes tópicos: processo e Direito Eletrônico, PJe - problemas e soluções, efetividade da execução, boas práticas da execução, sistemas de pesquisa de bens, prática processual: relato de casos. Na sexta-feira (6), dia em que o curso se encerra, haverá encontro para discussão dos temas. Participam como formadores, além da mencionada magistrada francesa, os juízes Mauro César Silva, Maria Cecília Alves Pinto, Jaqueline Monteiro de Lima, Fabiano de Abreu Pfeilsticker, Marcos Vinicius Barroso, José Marlon de Freitas, Paulo Maurício Ribeiro Pires e Rosemary de Oliveira Pires.

De acordo com o juiz Mauro César Silva, que também é coordenador acadêmico da Escola Judicial e fez uma introdução ao curso na primeira aula, a aprendizagem proporcionada faz parte da essência da formação do magistrado.

Ao final do curso, os alunos devem preencher um formulário de avaliação. Será emitido certificado aos magistrados que se fizerem presentes a todas as aulas e responderem à avaliação. (David Landau)

Visualizações:

Pesquisar

Pesquisa de notícias.

/ /  
/ /