Escola Judicial promove curso para assistentes de magistrados

publicado 15/03/2013 14:39, modificado 15/03/2013 17:39

Vinte e cinco servidores iniciantes na função de assistente de magistrado - da capital e da região metropolitana de Belo Horizonte - participaram, nesta sexta-feira, do curso Introdução ao Trabalho do Assistente de Magistrado, parte da formação inicial da carreira, que teve como instrutores o desembargador Luiz Ronan Neves Koury; o juiz Ézio Martins Cabral Júnior; a assessora de desembargador, Thais França Marques e o assistente de juiz, Emanuel Barbosa de Moura.

Escola Judicial promove curso para assistentes de magistrados (imagem 1)
Foto Leonardo Andrade

Em sua exposição pela manhã, abrindo o curso, o desembargador Luiz Ronan fez um resgate da história do país a partir da Constituição de 88, destacando a criação do Conselho Nacional de Justiça, a recente atuação do Supremo Tribunal Federal que alterou os rumos do país e a importância do Poder Judiciário bem como o papel da mídia.

A partir do cenário traçado, o expositor fez uma análise do papel da Justiça do Trabalho hoje citando os 70 anos da CLT e a organização do mundo do trabalho nos dias atuais. E aí, segundo ele, vale lembrar o papel desempenhado pelos magistrados e assistentes da 3ª Região, sua natureza e especificidades. Reflexão também proposta pelos demais instrutores durante toda a duração do curso que tem por objetivo auxiliar os participantes a compreender as competências necessárias ao efetivo exercício da função de assistente, mobilizando conhecimentos, experiências e capacidade de análise contextual para fins de aplicação do conteúdo discutido no exercício da função .

O curso, previsto no projeto Itinerário Formativo de Assessores e Assistentes de Magistrados da Escola Judicial do TRT da 3ª Região, tem previsão de novas turmas, demanda decorrente da instalação dos novos gabinetes de desembargadores e da criação de novas varas do trabalho na capital e no interior do estado.

Visualizações: