Mais de 9% das reclamações trabalhistas de BH são verbais

publicado 14/01/2013 14:05, modificado 14/01/2013 16:05

O diretor da Secretaria de Atermação e Distribuição de Feitos de 1ª Instância do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-MG), Ricardo Santoro Francisco, divulgou, no último dia 2, os relatórios estatísticos referentes aos processos iniciados no Foro da Justiça Trabalhista de Belo Horizonte no ano de 2012. Os documentos mostram que no ano passado foram distribuídos 86.375 novos processos para as 40 VT da capital, sendo 373 embargos de terceiros, 8.687 originados de distribuição por dependência, 70.244 de petições escritas e 7.071 de petições verbais, significando dizer que cerca de 9,14% das reclamações trabalhistas de BH ainda são feitas verbalmente, no Setor de Atermação.

Outras constatações importantes, extraídas dos relatórios divulgados, são que 62,83% (48.578) dos processos tramitaram pelo rito sumaríssimo (apurando-se o percentual sem contar os embargos de terceiros e as dependências) e que as ações continuam muito individuais, já que esses 86.375 processos tiveram apenas 88.438 autores. Os documentos também mostram que foram ajuizadas 14 ações civis coletivas, 88 ações de cumprimento e 67 ações civis públicas em Belo Horizonte no ano que passou. (Walter Salles)

Visualizações: