Ministro Ives Gandra acompanha sustentação oral a distância em sessão da 3ª Turma

publicado 03/07/2013 15:21, modificado 03/07/2013 18:21

O corregedor-geral do TST Ives Gandra Martins Filho acompanhou nesta quarta (3), durante sessão da 3ª Turma, uma sustentação oral a distância realizada, por videoconferência, do Foro Trabalhista de Uberlândia.

Integraram a Turma, presidida pelo desembargador César Pereira da Silva Machado Júnior, a desembargadora Emília Facchini e os juízes convocados Edmar Souza Salgado, Oswaldo Tadeu Barbosa Guedes e Maria Cecília Alves Pinto. Presente a procuradora do trabalho Marilza Geralda do Nascimento.

O advogado Marco Túlio de Sousa, pelo recorrido, acompanhou o julgamento do processo 1506-2012-044-03-006 por videoconferência, em tempo real, direto do Foro de Uberlândia e, quando solicitado, manifestou-se.

O ministro se disse muito bem impressionado com a iniciativa do TRT mineiro e com as vantagens trazidas pelo sistema como a aproximação das varas do interior com a 2ª Instância.

Inaugurada em 29/7/2010, no Foro de Uberlândia, a sustentação oral a distância é mais um instrumento do TRT-MG para dar mais agilidade ao Judiciário e ampliar o acesso dos jurisdicionados.

Visualizações:

Seção de Imprensa imprensa [arroba] trt3.jus.br